Sonhar para além do querer...

Falar de mim em cada pedacinho destes simples rascunhos que escrevo não é fácil, não é fácil falar de amor e muito mais difícil é falar de partidas, de chegadas, de pessoas, de sentimentos. Desta forma vou escrevendo pequenos fragmentos de vida, pequenos instantes de uma história que está constantemente a inventar e reinventar-se entre os dias quentes de verão ou até mesmo entre as noites frias de um Inverno passado em frente à lareira. Sou um sonhador, em cada palavra que escrevo mostro isso, vivo de sentimentos e isso, ninguém me arranca do peito, daquele coração que tenho o privilégio de me ter sido atribuído no dia em que me tornei pessoa, em que aprendi a amar. Cada palavra fica guardada, cada situação, cada rosto fica gravado em mim, por isso este meu escrever, este meu sentir. São pequenos pedaços de mim que por aqui andam, pedaços de mim que deixo nas pessoas e outros tantos que trago comigo para que estas nunca caiam no esquecimento de uma vida, de um afastamento. Sou lutador, gosto de lutar por o que quero, gosto de vencer mas aceito as derrotas, sei cair mas tenho ainda força para me levantar, sou tudo sempre que vivo de amor, sou nada sempre que o perco ou por uma frustração, ou apenas quando o mundo se torna bem mais pesado. Sou a segurança de uma palavra amiga, sou aquele que ouve nas noites mais tristes, sou aquele que anima sempre que a felicidade aparece naquele instante, sou simples e vivo da simplicidade daquilo que a vida me dá. Amor é aquele sentimento que não consigo dissociar de mim, amizade é uma palavra de ordem, é uma forma de vida. Mais do que simples erros, são o arriscar de uma vida, pior do que perder é desistir sem nunca lutar, sem nunca saber se algo é para ser vivido ou apenas mais um percalço do destino. Amo e isso chega-me, sinto e isso torna de mim uma pessoa feliz, uma pessoa que pode esperar, que pode perder, que pode chorar mas que certamente um dia terá o mundo que sempre sonhou, que um dia conseguirá escrever a sua história não apenas com a sua mão mas com a mão entrelaçada naquela pessoa que se juntou a nós numa batalha por um final feliz. Vivo do sonho e este alimenta aquilo que eu chamo vida...

Comentários