(im) Perfeito...

Saberia que tudo seria assim, mais uma etapa traçada, um destino feito à minha medida, um caminho longo de percorrer. Saberei apenas sonhar, agarrar cada oportunidade de uma felicidade que se constrói aos poucos, uma felicidade consistente capaz de enfrentar tempestades e até mesmo as mais duras batalhas na conquista de um sonho, de uma maneira diferente de estar na vida. Cada palavra aqui depositada não passa de uma simples reflexão, de um imaginário de mundo perfeito, de um recordar de histórias de criança que ainda me permitem sonhar nem que seja com um amor que um dia acabarei por encontrar, hoje, amanhã ou até mesmo quando menos esperar, quando menos esperarmos. As palavras voam, os sorrisos permanecem intocáveis, serenos, entre aquilo que um dia foi tão vivido e o que ainda está para viver, que ainda esta por descobrir. A vida passa a ser, assim, uma caixa de surpresas e é mesmo esse desconhecido que nos faz avançar, que nos faz batalhar por um final feliz, pelo menos para a nossa história, pelo menos para que ao nosso coração seja concedido o sonho de um dia poder ser feliz, poder se colar a outro em gestos de simplicidade profunda e de amor eterno. Não sei o que esperar de um amanhã que nem sei como será, não sei se aqui estarei sentado, ou se me encontro noutros locais, noutros pequenos refúgios que hoje desconheço, que hoje nem entram no meu imaginário de dias quentes perto do mar e de noites alegres vividas num misto de adrenalina e de uma procura constante do que é a felicidade. Assim salto sem pára-quedas, arrisco e acima disso conto com a possibilidade de uma queda onde terei a força de me erguer, onde terei a possibilidade de aprender com o erro e voltar a traçar, assim, projectos e novas formas de viver a vida sem ser com um medo permanente que invade bastantes pessoas, aprisiona inúmeros corações. Mais do que aquilo que um dia cada um de nós será é aquilo que hoje conseguimos ser, conseguimos sentir, conseguimos dar em simples gestos e acima de tudo em simples palavras que estimulam um sonho, que rasgam um sorriso, que fazem bater mais fortemente um coração. Sempre me ensinaram que deveria viver um hoje, com aquilo que tenho, e lutando com as armas que possuo. Sempre me disseram para nunca me esquecer de sonhar porque com o sonho avanço a vida, e com a vida aprendo a ser melhor, a saber amar de outra forma. Sempre me mostraram o que era o amor, que sem ele não conseguimos ser felizes, que deveria ser sentido à nossa própria maneira, nessa mesma altura, descobri o que era amar e construi esse mesmo amor com o meu coração, tornando-me diferente, amando de forma própria e não uma réplica de tanta gente...

Comentários

  1. «As palavras voam, os sorrisos permanecem intocáveis, serenos, entre aquilo que um dia foi tão vivido e o que ainda está para viver, que ainda esta por descobrir. A vida passa a ser, assim, uma caixa de surpresas e é mesmo esse desconhecido que nos faz avançar.» - Que tanto me diz! Adorei.

    Um abraço.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário