Amor não se trata apenas de 4 letras juntas...

O vento sussurrou-me ao ouvido, a brisa fresca vinda do mar passou pelos meus lábios e fez-me recordar-te, recordar os teus lábios suaves e a leveza que as tuas palavras assumem sempre que me falas, sempre que te sinto. São fados, são almas que procuram incessantemente aquela felicidade para que vivem, não se trata de uma luta, trata-se de uma predestinação que ambos vivemos, para que ambos nascemos. Hoje encontro-te naquilo que ontem tanto ignorava, hoje vejo-te naquelas pequenas fracções, naquelas pequenas imagens que me invadem o imaginário, aquele que tu construíste com as tuas mãos e com olhares que nunca mais saberão o que é viver o amor que ficou esquecido no meio de trapos reais e recordes que colecciono como se de relíquias se tratasse. As mãos estão gastas e as palavras já perdem a sua intensidade, com o passar das pessoas, com o nascer de novos sentimentos que começam a tapar os buraquinhos em que o meu coração ficou quando perdi tudo o que tinha, quando perdi-te a ti. Sou o que eu quero, não o que as pessoas fazem de mim, sou aquele que te ama mas também aquele que desiste de tudo sempre que estás tu, sempre que estas junto ao meu coração. Há tantas histórias, tantas amores e desamores, promessas realizadas e outras quebradas, mas somos diferentes, somos todos diferentes, uns amam, outros por outro lado pensam que amam e aí surge a diferença que parece tão pequena mas que se torna tão forte, tão distintiva entre o real e a pura ficção que assistimos em filmes ou telenovelas mas que assumimos como uma realidade dada. Larga a mascara, larga tudo o que te rodeia e despe-te, coloca a mão no meu coração e deixa-te guiar por o amor que sinto, por aquele amor que acredito que não te falhará, que tu conheces mas que decidiste fugir com medo de o sentir, com medo de um amor que desconheces. Fugir é matar aquilo que tanto queremos, partir torna-se o remédio para a fraqueza, e ficar apenas é aquilo que peço a um amor que tem tanto para dar, a um amor que somente tu e eu podemos construir entre o que tu consegues sonhar e a força que tenho para te tornar tudo real, tudo vivido. Amar é apenas isto, saber perder algo que sempre se quis, saber aceitar que a vida não é somente vitórias, é despir personagens e aceitar pessoas, é ficar e esquecer o partir, é lutar e nunca utilizar o verbo desistir. Se tudo fosse pintado pelo que de bom é o amor, neste preciso momento não se sonhava a preto e branco mas sim a cores...estejas onde estiveres um pedaço de mim está contigo...

Comentários

Enviar um comentário