Amar para além das palavras...

Solta-se as amarras, solta-se a vontade de correr entre montes e montanhas, entre vales e simples planícies de um local que nem sei bem qual é, de um lugar que entra nos meus sonhos mais perfeitos, nas minhas histórias mais felizes. Somos carne, coração, sentimentos e paixões assolapadas que acabam por culminar em gestos de amor e em entregas totais a pessoas, a situações e a grandes amores. São prosas de um amor impossível, são simples versos de um coração que ainda bate, que ainda sabe amar mesmo contra marés de amores distantes e oceanos de paixões ardentes. A vida torna-se um sopro, o vento torna-se apenas uma simples brisa que te passa pelo cabelo e traz o cheiro doce e ao mesmo tempo simples até mim, o teu olhar cativa e as tuas palavras, por mais pequenas que sejam, acabam por dar vida a um guião de uma história apaixonante e ao mesmo tempo comovente. O tempo passa mas nunca é tarde para agarrar o destino e molda-lo à nossa maneira, à nossa forma de sonhar mesmo que esse sonhar pareça uma utopia inalcançável ou até mesmo irreal. Saber lutar é uma constante, saber sonhar é um privilégio que nem todos conseguem ter acesso, se sonhas é porque sentes e se sentes é porque sabes que consegues amar por mais que tentes esquecer pessoas e mudar a direcção há sempre um destino que sabes que te arrasta para o caminho ideal, para aquele que se coaduna com tudo o que idealizas.  Somos assim puras pessoas, umas sonhadoras e outras que tentam caminhar por atalhos que acabam por ser erros, uns apenas tantam escrever a sua história e outros fazem de tudo para riscar os capítulos e terminar as histórias, cabe a cada um de nós ter a mão firme, ter a tinta na caneta e começar a riscar o próprio destino, escrever sobre as páginas brancas de uma vida e poder no final colar o ponto final numa história com final feliz, de uma história repleta de sentimentos despertos e de sonhos realizados. Falta-me alcançar sonhos, falta-me traçar metas mas sei certamente que isso surge com o dito tempo, com o passar das horas e com o crescer naquela vida que passa mais pelos sentimentos do que pela razão. Hoje sou pele, despido de mascaras e agarrado a um coração perdido entre as mãos de alguém que um dia me roubou, nas mãos de alguém que tantos sentimentos em mim despertou, sou lutador, sei perder mais acima de tudo sei que os meus sonhos movem-me entre o medo de perder e a vontade de agarrar tudo o que tanto me fez feliz. Mais do que grandes amores são grandes sentimentos, mais do que palavras silenciosas são corações que não param de bater por aquela pessoa que tanto nos completa, por aquela pessoa que um dia entrou na nossa vida e deixou nela um rasto de magia... Hoje panes sei que amar-te faz-me bem...

Comentários

Enviar um comentário