Sou a maior verdade que alguma vez vais conhecer

Há momentos na vida em que a força falta, em que desistir se torna uma palavra de ordem, por mais que nos custe, por mais que queiramos ficar, por mais que o amor ainda exista. Partir, deixar tudo para trás, querer pegar mas a separação ser cada vez maior, querer falar e apenas viver assim um monólogo ou até mesmo um discurso de palavras caladas e de silêncios que acabam por ferir o coração que apenas queria amar. Tudo não passa de destinos cruzados, de caminhos separados, de pessoas diferentes mas acima disso de formas de sentir completamente distintas, completamente contraditórias. Não me arrependo e orgulho-me de conseguir pegar e escrever pelo coração que apenas é meu e não pela cabeça daqueles que podem sentir de maneira bem diferente da minha. Sei que tenho ainda muito que caminhar, sei que tenho muito para viver mas as mãos dadas para mim têm um outro significado, os olhares cruzados acabam por revelar bem mais do que o que se vê à primeira vista. O amor acaba assim por ser um misto entre o que se sente e o que acabam por sentir por nós, acabamos por ser ninguém, acabamos apenas por ter que saber ganhar mas mais importante saber perder. Há situações em que já nem os nossos sonhos conseguem suportar as nossas mesmas vontades e que as forças acabam por falhar quando surge a desilusão de enganos que surgem e que no final bem podias ser folhas escritas de uma história verdadeira de amor…


Comentários