Porque são importantes...

Queria partir mas tinha os pés atados, queria não ver mas os meus olhos continuavam abertos e não se queriam fechar, queria não ouvir mas a tua voz entrava pelo meus ouvidos como uma música que nunca tinha ouvido, queria dormir mas não o conseguia. Estava assim, sentado á espera que me conseguisse desatar, estava sentado no chão frio de um inverno que teimou agora em voltar após os primeiros raios de sol quentes de uma primavera que há muito tempo desejo, os meus olhos brilhavam pois revia-me nos teus e a minha vontade era poder partir em tua direcção. O medo prende-me, o receio não me deixa avançar em frente, não sei se assim será melhor mas penso que sim e com isso vou vivendo. Sabes que não gosto do que é fácil, não gosto daquilo que me cai nas mãos mesmo sem antes o tentar ter, gosto de algo que seja verdadeiro e a verdade não se encontra em facilidades e muito menos em palavras proferidas sem sentimento. O vidro estremece pelo vento que faz lá fora e sei que aqui em casa estou bem, estou no meu mundo, nas minhas recordações, em algo que é meu e apenas meu. Por vezes temos de nos encontrar as nós próprios, por vezes temos de ser apenas nós, despidos de tudo e todos os que nos rodeiam, temos de ser apenas nós. Surge assim a amizade algo que nos marca, que nos desperta para sentimentos, sentidos, que nos faz crescer, que nos leva de nova a uma infância passada. Sorris, choras e até mesmo limpas as lágrimas daqueles que te são mais próximos, amizade é assim, dar, receber e até mesmo retribuir quando nos pegam na mão, nos enxugam as lágrimas e voltam a colocar um sorriso no nosso rosto. Sei que tenho sorte e que certamente tu que estás a ler estas palavras também o tens, sei que por mais que o mundo pareça querer cair na nossa cabeça temos aqueles que ajudam a pegar nele para que nada de mal te aconteça. Na vida basta acredita, esperar, lutar, sorrir, todo o resto acaba por vir na altura certa, na pessoa certa, no local certo. Para se viver basta estarmos vivos e para se sentir basta estarmos dispostos a isso...

Comentários