Porque apenas tu és importante...

Caminhava descalço num chão frio em direcção a um lugar que nem sabia bem qual, caminhava entre passos apressados de pessoas que queriam partir e passos lentos daqueles que apenas queriam lá permanecer. O vento batia-me no rosto e o meu corpo era empurrado por aquela multidão que ali se encontrava. Olhava em redor e via contrastes, sombras de pessoas que já foram e apenas outras que se fantasiavam para poder comer e sobreviver neste nosso pequeno e irregular mundo. Pensava em tudo e os meus olhos olhavam na direcção daquilo que era mais belo, daquilo que era diferente de tudo o que tinha visto, vivido, cheirado e até mesmo sentido. Os meus pés apenas andavam e a minha vontade era de poder encontrar a tua cara espelhada em tudo aquilo que observava e desejava. Ia assim vivendo numa cidade cheia de magia e ao mesmo tempo cheia de nada, faltavas lá algo, faltavas lá tu. Cheguei então ao cimo daquele monte que percorri com todas as minhas forças e pela primeira vez, naquela cidade, fui livre, solto e acima disso feliz com o pouco que tinha. Tive todos os sonhos do mundo na mão, tive a ti no pensamento e o som daquela música calma e ao mesmo tempo sentida e isso chegou para esquecer tudo o resto e apenas sorrir para o mundo e para a multidão que sentia aquele ar puro e ao mesmo tempo saído de um conto de fadas. As minhas mãos procuravam o calor do sol e o meu corpo apenas pedia um pouco de descanso na relva acabada de cortar, ali fiquei durante algum tempo à espera de partir. Sonhei contigo, sonhei mesmo contigo, e nessa noite dormi muito melhor com uma vista bonita e um copo de vinho na mão. Um dia bom, uma noite boa, mas a companhia faltou e isso fez toda a diferença do mundo. Vivia assim descalço, vivia daquilo que me davam, corriam por montes e montanhas, dormia em ruas e ruelas, podia passar fome e até mesmo sede mas sem ti, sem ti nunca sobreviveria, tenho a certeza disso e sei que neste momento é a minha maior certeza. Pode passar tempo mas as marcas permanecem por uma eternidade, podes mudar, posso mudar mas aquilo que nos une é bem mais forte do que essas simples e fracas mudanças...

Comentários