Tristes são aqueles que vivem de mentiras...

Triste somos todos nós, uns mais outros menos e outros que levam a vida de mentiras e de falsos moralismos que de nada valem, que de nada construem, que de nada importam para quem quer ser feliz. Tristes são aqueles que não sabem falar e apenas viver de ilusões, tristes são os que acreditam em palavras mesmo sem as conhecer na sua verdadeira essência, e assim vivem presos, suspensos a uma nuvem que não passa e que só piora a cada dia e a cada hora que voa entre os dias frios e quentes de um mundo que todos nós conhecemos. Não acredito em tudo o que me dizem e isso ajuda bastante na maneira como percepciono o mundo e a gente que me rodeia e que passa por mim. Quem não erra? Quem não falha? Quem não nos desilude nem que seja numa pequena atitudes? Todos nós somos assim, mas é nessas alturas que aparece a palavra, muitas vezes esquecida, muitas vezes aldrabada mas pior do que isso muitas vezes falsa. Não gosto de psicologias baratas e mais ainda não gosto de teatros mal encenados com maus guiões e pior que isso com maus actores que acabam por falhar no minúsculo papel que lhes é atribuído. Tristes somos todos, uns mais, outros menos, mas todos somos, triste o que acredita, triste o que cai mas o expoente máximo é o triste que inventa e cria histórias que acabam por afectar pessoas que apenas não estão viradas para blá blá blás, e conversas de café. Triste és tu, eu e todos o que entram nestas histórias que parecem absurdas, por isso mais vale ser um pássaro em bando pequeno do que um mentiroso em sala de cinema, onde o filme se dá mas acaba por acabar...

Comentários