Depois do adeus apenas a saudade...

Antes de um adeus tudo se fala, tudo se diz, tudo se vive, tudo se sente, somos injustos, aventuramo-nos e até mesmo praticamos uma loucura que nos enche o corpo de uma adrenalina que faz com que o sangue corra a uma velocidade tal que parece que as veias não aguentam. Noite um rio onde o sol se pôs, teu corpo um navio na maré da tua voz, sonhamos ao desafio, corremos e até por momentos nos tornamos imortais, é assim, sempre será e nunca irá mudar. As coisas repetem-se, os sentimentos acabam por ser vividos por várias pessoas, de várias formas e em diferentes locais, mas o amor, esse, é o mesmo e por vezes por mais que queiramos fugir ele acaba por nos acertar como se uma lança enterrando-se no nosso coração ficando presa e fazendo de nós personagens numa história de amor. Depois do adeus, tudo se torna diferente, a suspeita levou a ruptura, a angústia levou a depressão, o azul do céu deixou de ser verdade e em cinzas morreu a magia da cidade, no olhar acaba por nascer a ansiedade e esta silencia a música e o bater de um coração que apenas desejava ser feliz. Não se pode construir grandes castelos sobre fracas terras, não se podem erguer amores sobre falsos sentires mas acima disso e o mais importante amar não é possuir mas sim contar com alguém que está lá e que saberá que nós também o estaremos caso os dias sejam mais cinzentos. Depois do adeus apenas a saudade...

Comentários