Quantas vezes nos sentimos incompletos?...

Quantas vezes nos sentimos incompletos? Quantas vezes sonhamos com algo e ao mesmo tempo esse algo parece inalcançável? Somos assim e penso que nunca iremos mudar, queremos isto, aquilo, e até mesmo o mundo. Perdemos tempo, perdemos vontades mas acima disso oportunidades e há algumas que jamais voltam. Há um tarde sim, não me digam que vamos sempre a tempo de recuperar algo que não foi nosso porque isso não é verdade, o tempo passa, os sentimentos mudam e as pessoas acabam por moldar e alterar a sua forma de ver e estar na vida. Acredito que já me preocupei mais com o tempo, que já me preocupei mais com o amanhã e que o sentimento de impotência relativamente ao comando da minha vida já foi maior. Agora é assim, luto por o que quero, vivo, construo e vou esperando por o que a vida me dá, por cada instante de felicidade, de diversão e de sentimentos mais difusos. Sempre me foi dito que o que é nosso fica aqui de uma forma ou outra mas fica e o que não é apenas surge e desaparece entre o nevoeiro de um dia menos claro. Há pessoas, há sentimentos, há vontades, sonhos e até mesmo projectos e cada um destes tem um tempo, um tempo que pode ir de uma decisão de segundos a uma reflexão de dias, meses e até mesmo anos o importante é metermos em cada coisa que façamos um pouco de nós e o resto, o resto, aparece quando tem que aparecer...

Comentários