Porquê o silêncio? Adoro a voz que vem do coração...

São palavras de um fado, são a voz de uma gente, suspiros de um coração que ainda bate por amor, amor esse que acaba por persistir, amor que rompe barreiras, que enxuga lágrimas, que rasga sorrisos e que une duas pessoas que sonham ser felizes. São palavras, são sentimentos, são abraços de despedida e beijos apaixonados de chegada, amor, ai amor, que existes e que me fazes viver, jamais te conseguiria esquecer, jamais conseguiria apagar tudo o que fizeste de mim e a pessoa que me tornaste. As tuas palavras são música para os meus ouvidos que ainda ouvem a tua voz a toda a hora, os teus olhos são as cores que ainda pinto o meu céu de forma a me recordar sempre de ti, e o teu cheiro ainda continua agarrado a roupa que um dia te encostas-te. Não sei se saberás o que estou a sentir, não sei se conseguirás ver que afinal sempre há pessoas que te possam fazer feliz. Só sei que não conseguirei dormir sem ti, que não conseguirei acordar sem saber que estarás aí mas acima disso não sei se continuo a caminhar sabendo que a saudade cada vez é maior e que podes ser um pequeno mundo mas és o meu mundo, aquilo que eu agora acredito e que de uma forma ou outra ma torna feliz como sou. Se antes apenas eras aquilo que ninguém via, agora és aquilo que faz viver alguém...

Comentários