Há coisas que jamais acabaremos por esquecer e há pessoas que também assim o são...

Há coisas que jamais acabaremos por esquecer e há pessoas que também assim o são, há pessoas que entram na nossa vida e acabam por lá ficar independentemente da distância, da falta de diálogo ou até mesmo das saudades que podem existir. Amar é assim também, é algo que se vai criando, algo que aparece e é construído passo a passo. Não se pode amar do dia para a noite, não se pode amar de uma forma rápida como se de um botão que se acciona se tratasse. Amar é saber o que podemos esperar, saber organizar as nossas próprias ideias e acima disso tudo organizar os nossos sentimentos. O amar surge assim, depois de algum tempo, depois de conhecer a outra pessoa e de nos conhecermos a nós próprios, de saber o que sentimentos e de sabermos transmitir esses mesmos sentimentos através de gestos, cumplicidade e até mesmo palavras. Amar só se ama se é verdade, pois pode haver muitos tipos de se gostar mas amar é diferente, ou então, prefiro acreditar que amar é assim e não apenas uma palavra deitada da boca para fora sem ser sentida. Há coisas que não se dizem, sentem-se...

Comentários