Escrevo agora porque não quero escrever mais tarde, escrevo agora porque não devemos prender o coração quando ele quer falar, falo porque agora sinto e se sinto quero escrever apenas para saberes o que se passa comigo e o que se passa com todo este turbilhão de sentimentos que passam por mim. Nunca devemos prender sentimentos, nunca devemos tentar tapar o que deve estar descoberto, nunca devemos não arriscar com medo de fracassar. Se assim o for apenas somos personagens secundárias e não personagens principais numa história de amor. Sabes quando sentes aquele frio na barriga quando vês alguém? Sabes aquela vontade de abraçar alguém que está mesmo a nossa frente? Sabes o que é uma vontade incontrolável de correr e dizer tudo aquilo que está preso? Eu sei muito bem o que é isto mas acredito que cada coisa tem o seu tempo, cada momento é especial, cada hora importante e sempre que pensarmos em não arriscar devemos pensar duas vezes, a vida é uma, o sentir é um e quem não nos diz que a pessoa que tanto sonhamos também não acaba por sonhar connosco? Não percamos mais tempo, não percamos mais tempo. A vida é uma, os sentimentos são tantos e o tempo não espera pelas nossas indecisões. Viveremos agora ou apenas não viveremos nunca, estaremos juntos agora ou então nunca mais nos iremos tocar. Não percamos mais tempo, não percamos mais tempo que o amor é um sopro e o coração apenas um...

Comentários