Um pedido de Natal...

O Natal está mesmo a chegar e com ele vêm os votos que todos os desejos se realizem e que consigamos alcançar tudo aquilo que queremos. Eu sei o que pedir e tu? Sei que nem sempre estamos satisfeitos com aquilo que temos e que a vida nos dá, queremos sempre mais e mais, parecemos seres insaciáveis que não se contentam com o que têm e querem o que é dos outros. Eu sei o que queria, sei por o que luto e que apenas me falta uma coisa para ser feliz na minha totalidade. Não acredito no Pai Natal, nem mesmo no significado da corrida aos centros comerciais com o intuito de fazer compras. Para mim o Natal é diferente, é uma altura em que se junta a família se falam de assuntos, se contam novidades e até mesmo se emociona e ri com histórias que surgem a hora do jantar. O Natal é assim, altura em que não pensamos apenas em nós e que colocamos de parte as nossas preocupações, as nossas angústias, as nossas frustrações e até mesmo as nossas mágoas e somos felizes porque estamos rodeados daqueles que são mais importantes para nós. O Natal pode ser vivido de várias formas, e o que para mim é Natal, para ti ou outra pessoa pode não ser, tudo depende do meio, do sentimento e das pessoas e situações que cada individuo se insere e vive. Orgulho-me por saber que a cada dia que passa construo aquilo que acredito que seja o meu ideal de família, o meu ideal de vida, ou seja, os meus sonhos. Nunca baixo os braços a uma eventualidade, penso que a vida não pode sempre ser conivente com aquilo que queremos, a vida tem de nos dar, mas também tem de nos privar de algo para que com isso possamos dar valor as coisas e não pensarmos que as pessoas apenas são seres descartáveis que se pega e deita fora. Todos os dias aprendemos novas lições, novas formas de agir, novas formas de sentir e até mesmo novas formas de amar. Falar neste período é falar em Amor por isso é que defendo que no Inverno este sentimento é bem mais forte, é bem mais verdadeiro e construído sobre bases sólidas, contrariando o Verão, altura em que as atracções aparecem devido a um desejo carnal e até mesmo a um despertar hormonal trazido pelos dias quentes e pela água salgada do mar.
Agora vivemos um Natal muito caracterizado pelo consumo, mas espero que no meio disso tudo consigam entender o verdadeiro significado dele e o que ele representa em cada um dos vossos corações. Não é por acaso que ele se repete todos os anos, não é por acaso que as pessoas gostem tanto dele, mesmo vivendo em período de crise. O Natal trás consigo a sua magia e as pessoas adoram isso, por instantes, nem que sejam pequenos, conseguem largar tudo, esquecer tudo e tentarem ser felizes nem que sejam por umas horas. Natal para mim é assim, para ti ou para outra pessoa não sei, mas gosto de acreditar que assim o seja. O meu desejo de Natal já foi pedido agora é esperar que nesta altura de magia e sonhos ele se concretize e não se perca no meio de tantos outros que por aí andam...

Comentários