Sempre que uma mão se estende...

Há coisas que nos marcam durante os dias, há amizades que marcam, há pessoas que marcam e situações que são inesquecíveis. Sinto saudades de ti, saudades do teu cheiro, do teu jeito de ser, longe vão os dias em que a proximidade era maior e onde os olhares envergonhados apareciam de uma forma espontânea e pura. Acredito que não te vou esquecer por mais que o tempo passe, por mais que as horas e os minutos voem e por mais que a distância entre nós e os nossos olhares seja maior. Não quero me esquecer de ti, não posso me esquecer de ti mas também não posso parar de viver, de conhecer novas pessoas e de viver novas experiencias que me façam sentir feliz.
Não gosto de falsos olhares, de forçados sorrisos e de gestos que de nada valem, eu gosto mesmo é de ser espontâneo, ser eu, dar o que sou e não usar mascaras para mostrar algo que não sou para agradar alguém. No meio de tanta gente, no meio de pessoas que passam pela minha vida és a única que conseguiste chegar ao meu coração, não me perguntes porquê, não me perguntes porquê que escolhi a ti, pois na realidade estas coisas não se explicam, sentem-se e eu sinto que não posso desistir de ti nem de algo que a mim me marca.
Há uma serie de pessoas e coisas que passam nas nossas vidas, há umas que marcam, outras que nos fazem crescer, outras que nos fazem sorrir e até mesmo outras que nos fazem chorar, mas há coisas que não se esquecem e pessoas que se tornam inesquecíveis mesmo que a nossa cabeça o peça ao nosso coração. No coração, acredito, que só entra aqueles que são mais especiais, aqueles que são mais importantes, ou seja, aqueles que se não existissem, a nossa vida não tinha tanta cor. Orgulho-me das minhas escolhas, dos caminhos que traço, das pessoas com quem me dou, orgulho-me das vitórias dos meus amigos, das decisões que por vezes são difíceis mas que as sabem tomar, mas acima de tudo sou feliz por saber que há pessoas que estão sempre ali para o que der e vier, para lutar e batalhar ao meu lado e para me agarrarem na mão quando algo está mais difícil ou quando a vida não é aquilo que espero.
Não gosto de pedir muitas coisas à vida, gosto que com o passar dos dias ela me dê aquilo que mereço, aquilo que verdadeiramente necessito para a minha felicidade. Acredito que cada um recebe da vida sinais claros e provas que tem de superar, a chave para a felicidade é viver mas sobretudo viver de maneira intensa nunca esquecendo o amor, que é capaz de curar qualquer coisa e rejuvenescer um coração ainda magoado. Sejam felizes...

Comentários