Apenas são palavras...

São palavras, são gestos, são recordações mas acima de tudo são momentos bem passados quando estás perto de mim, quando agarras a minha mão e quando com os teus olhas me olhas como se não houvesse amanhã. Hoje acordei com uma vontade enorme de resolver tudo, de admitir sentimentos, de viver o momento mas especialmente consegui-lo viver contigo e somente contigo.
O tempo pode parar, os minutos ficarem estagnados e por consequência as horas ficarem ali e dali não saírem e sabes porquê? Porque contigo o tempo pode ser eterno, a vida pode durar até ao infinito e o amor pode nunca acabar. Estou farto de fugir mais, pois a minha cabeça afasta-me de ti mas o meu coração arrasta-me na tua direcção, até ao teu ser, até ao teu verdadeiro ser. Sou um observador por natureza, gosto de saber com o que contar, gosto de saber por que “caminhos” me meter mas no fundo mesmo gosto também de sentir a adrenalina nas veias quando tenho de me atirar para um precipício sem saber se tenho um pára-quedas agarrado a mim.
Tenho tanta sorte em saber amar, em saber gostar de alguém, em saber viver, pois sei que há pessoas que não o conseguem nem por mais que a vida lhes tente mostrar e as pessoas lhe tentem ensinar. Cada um é como é, uns amam, outros odeiam, um vivem, outros apenas subsistem, outros são felizes e depois há aqueles que jamais o conseguirão ser. Eu quero ser feliz e tu? Eu quero viver e tu? Eu quero saborear cada momento, cheirar cada cheiro, provar cada oportunidade que a vida me dá e tu? Se tu queres tudo isto agarra a vida, começa a lutar hoje, a viver a vida com intensidade, ou seja, começa a sentir mais com o coração do que com a cabeça.
Nem sempre devemos ser racionais, nem sempre devemos pensar antes de fazer, com o amor é assim, com a vida é assim. Se nós vamo-nos preocupar com algo ou mesmo alguém que já fez parte da nossa vida e que já não o faz, estamos a cair no erro de não viver por nós mas sim por algo ou alguém que mais dia ou menos dia acabará por nos ensinar que era o caminho errado e que poderíamos ter escolhido outros que entretanto acabamos por perder a direcção.
Saber amar não é para todos mas aprender a sentir com o coração em vez de com a cabeça está ao alcance de qualquer um de nós só temos mesmo é de ser um pouco mais compreensivos e sensíveis...

Comentários