Será que o amor está escrito?...

Nem tudo é como idealizamos, há dias maus, há dias bons e ainda há dias em que sentimos que nada faz sentido e que apenas estamos aqui para sobreviver em vez de viver. Não compreendo certas atitudes, certos gestos, certos olhares mas também não faço um esforço para entender porque acima de tudo não me quero magoar e não quero viver mais uma ilusão que acaba por fracassar e que me leva de novo a um beco sem saída.
Não sonhei que tudo fosse assim tão complicado, e sobretudo que com o tempo o nosso afastamento seja cada vez maior e que nem os nossos olhares se cruzem mais e acabem por olhar para outras direcções e para outros pontos de luz que nos parecem mais vivos, mais intensos e mais atractivos.
Temos de ter sempre cuidado por que caminhos seguir, pois nem sempre a luz mais forte e mais chamativa é aquela que realmente é a melhor ou a a mais pura. Todos nós somos actores neste teatro da vida uns mais que outros e ainda existem aqueles que nunca conseguem tirar a mascara e acabam por ser uma verdadeira mentira e ilusão.
Só cai no erro quem nunca errou e quem já errou e volta a errar é porque ainda não tem a capacidade de aprender com os próprios erros. Eu já vivi um erro e neste momento não quero viver outro, pois se dou o máximo de mim não desejo receber o mínimo da outra pessoa. Ai penso; Mas será que o máximo que dou é entendido pela outra pessoa ou será que ela pensa que não dou o máximo de mim? A verdade é que sim, eu dou o meu melhor, luto todos os dias e sobretudo essa pessoa não sai da minha cabeça e das palavras que aqui dito e escrevo com tanto amor para dar.
Nem todos somos senhores e detentores da razão e da lucidez mas uma coisa é verdade e nunca devemos esquecer, o que o amor escreve o destino é incapaz de apagar…

Comentários