Sentimentos construídos sobre as primeiras chuvas do ano...

Hoje não me apetece sair de casa prefiro ficar aqui entre as mantas e o barulho das pingas de chuva a caírem na minha janela do quarto. Gosto de dias assim em que do céu azul imergem as nuvens cinzentas pintando este de uma outra cor e alterando a paisagem e os sentimentos que ela transmite. Longe já vão os dias de verão aqueles dias repletos de sol e de um enorme calor que fazia com que as nossas hormonas e os nossos sentimentos andassem mais despertos.
Agora não, com este tempo os sentimentos são mais apurados, os desejos são mais reais e as decisões são mais acertadas e mais verdadeiras. Adoro este tempo principalmente quando estou em casa, melhor dizendo, na minha casa mesmo, naquela casa onde cresci e onde passei a minha vida, casa essa que me traz imensas recordações que nunca irei esquecer por mais tempo que passe. Dias assim trazem-me recordações e a saudade de sentir o cheiro da lareira em dias mais frios e dos jantares onde a família se junta e onde não há tempo para silêncios pois há muita coisa para se falar.
Espero ansioso pelo inicio de Dezembro é o meu mês favorito, é aquele mês onde a magia é maior onde nos esquecemos de tudo o que nos rodeia, da crise, da violência, e até mesmo do ódio e vivemos os dias com mais intensidade. Deparo-me agora a cada dia que passa com coisas que já marcam o natal, musicas nos centros comerciais, luzes colocadas nas ruas apesar de ainda apagadas e anúncios em jornais e revistas que fazem com que eu, tu e todos os que vêem isso comecem a sentir o Natal e toda a magia que com ele vem associado.
É por tudo isto que adoro o inverno e a estação do ano onde tudo é mais sentido e mais verdadeiro, desde o cheiro a terra molhada, da frescura de uma pinga que te cai no rosto, do barulho forte de uma trovoada e da luz intensa de um relâmpago que é capaz de iluminar até a noite mais escura. Neste período também o amor é mais verdadeiro e onde nós, seres humanos, deixamos tanto de parte a atracção carnal e ligamos mais ao que o coração tem para nos dizer.
Talvez um dia espero estar aqui no aconchego do lar ouvindo a chuva mas invés de sonhar com a tua presença que tudo se torne real e que estejas a meu lado, aconchegados entre mantas em frente a uma lareira acesa para nos proteger do frio, nesse dia sim irei ter o corpo quente mas mais do que isso o meu coração vai estar quente por mais frio que seja o dia...

Comentários