Se não houver amor não há viver…

Amor palavra complicada e por vezes difícil de definir. Mas o que será o amor? O que será que o amor acrescenta a nossa vida? E mais ainda será que o amor hoje em dia é mesmo um amor verdadeiro? Sempre que penso no amor surgem-me estas questões que me levam a pensar e repensar a minha forma de amar alguém.
Hoje acordei com uma vontade enorme de passear, de conhecer novos locais, novas pessoas e especialmente sentir novos sentimentos a percorrerem as minhas veias e a encher o meu corpo de emoções e adrenalina que já a algum tempo que não sente. Não sei se o problema é meu, não sei se tu não entendes o que digo e o que exprimo entre letras e parágrafos aqui escritos para ti e somente para ti. Já foi o tempo em que as palavras ficavam mudas e o silêncio permanecia na minha vida pois tinha medo de amar e de voltar a magoar-me com situações e fases que me marcaram pela negativa neste meu caminho em direcção ao amor.
Nem tudo é um mar de rosas, e isso eu sei, mas se o amor que existe entre pessoas for um amor verdadeiro não há medo de arriscar, não há medo de lutar e de nunca abdicar da pessoas que está ali connosco e que marcou tanto a nossa vida. Se pelo contrário todo o amor estar intimamente ligado a uma fase de sofrimento com muitas lágrimas à mistura logo não é amor mas sim uma espécie de obsessão que acaba por levar uma pessoa ou até mesmo as duas a um beco sem saída que muitas vezes é difícil de sair de lá e voltar a caminhar em direcção a sonhos e projectos que foram idealizados a dois e não apenas a um.
Quem de nós nunca idealizou uma vida a dois e mais tarde acabou por ter de abdicar desses mesmos sonhos e projectos? Todos nós já passamos por isso mas acredito que ainda há excepções aquelas pessoas que encontram por sorte o amor e que por maior sorte ainda é o verdadeiro amor, aquele da vida toda. Agora para quem não encontra esse amor à primeira o principal é nunca desistir, nunca parar de lutar e muito menos nunca deixar que o passado impeça de viver o presente.
Alguém que sabe amar de verdade mas que por infelicidade do destino ainda não encontrou o amor verdadeiro um dia irá encontrar, pois nem toda a gente tem o dom de saber respeitar alguém e esses que o sabem respeitar tem muito mais direito de amar e ser amados do que aqueles que são amados mas que nunca na vida são capazes de amar alguém. A essas pessoas apenas me resta dizer que quem nunca ama nunca vive pois viver é amar…

Comentários