Reviver outro mesmo Inverno…

Hoje acordei com o vento na minha janela e com uma aragem fria que marca o início do inverno, tempo que eu adoro e que acredito que é o período onde o amor é mais verdadeiro e mais puro.
No meu entender verão é significado de atracção, corpos despidos e amores carnais e banais baseados apenas em promessas de beijos e despedidas repentinas.
A minha vontade de amar começou a surgir novamente, não sei se é pelo simples facto de te ter encontrado ou então pelo destino me ter colocado no meu caminho. Sorrisos rasgados, gestos envergonhados e olhares disfarçados fizeram com que eu te olhasse de forma diferente de todas as outras pessoas que me rodeiam e que fazem parte da minha vida.
Acordei nesta manhã e a primeira coisa que me veio a cabeça foi a tua imagem e isso alegrou-me sabes? Acredito acima de tudo num amor de inverno e como falei anteriormente é aquele amor verdadeiro que nos aquece a alma e o coração mesmo naqueles dias mais frios e difíceis de suportar.
Por enquanto estou aqui olhando o mar bebendo o meu chá, que neste momento é aquele que me aquece a alma mas não o coração, esperando que um dia as nossas mãos se entrelacem e que juntos nos aqueça-mos mutuamente neste inverno que está para vir.
Sorte de quem encontra um amor verdadeiro de inverno, pois se apenas vive o amor no verão não sabe o que é amar verdadeiramente.

Comentários