Dias em que o sentimento transborda…

Nem todos os dias são assim em que se acorda e a alegria é tanta que só nos apetece gritar a todo o mundo o quanto somos felizes. Hoje é um desses dias não sei o que me deu mas sinto-me feliz por saber que existes e que estás ali e que por mais que o tempo passe sabes que a cumplicidade entre os nossos dois olhares é grande pois lá no fundo tentamos ambos esconder algo que está mais do que descoberto. Gestos, olhares e silêncios são marca hoje em dia daquilo que ambos tentamos negar mas que sabemos no nosso interior que está lá e que cada dia que passa tem mais força.
Hoje tenho vontade de ir correr até ti para que de uma vez por todas ambos consigamos dizer aquilo que está preso nas nossas gargantas e nos nossos corações a algum tempo e que tanto eu como tu sabemos na perfeição. Quantas vezes pensas que és capaz e acabas por deixar tudo na mesma? Será que é por medo de amares ou pensares que não vais ser correspondida nesse amor?
Cada dia que passa os sentimentos estão mais a flor da pele e o que ontem parecia uma brincadeira de crianças, hoje parece um assunto que não pode ser mais adiado e muito menos esquecido dentro de um baú de recordações fracassadas e esquecidas pelo tempo e pela insegurança de arriscar num futuro que tanto tem para dar.
Há pessoas neste mundo que não sabem ver e não sabem apanhar a oportunidade certa, umas com medos, outras pensando que são melhores e que conseguem arranjar melhor e outras porque não sabem ver os sinais que lhes são transmitidos. O amor não se transmite apenas por palavras como “eu gosto de ti”, “Não me sais da cabeça” ou até mesmo “Eu amo-te” o amor também aparece de outras formas como gestos envergonhados, olhares cruzados e sentimentos transmitidos através de atitudes e pequenos toques na pele que enchem ambos os corpos de uma adrenalina que causa um pequeno formigueiro na barriga.
Com tudo isto apenas me resta dizer que se a vida dá-nos oportunidades de ser feliz nunca as devemos desperdiçar pois um dia essas oportunidades vão e acabamos por nos arrepender de não ter-mos tomado as escolhas certas, no momento certo e acima disto tudo de não termos vivido um amor que acabou por morrer mesmo antes de crescer…

Comentários