"Amo-te, e ponto final!"

Não saias do meu abraço… 

Fica comigo até ao fim dos meus dias. Cuidaremos da nossa vida como eu cuido de cada pormenor do teu corpo. Fica no meu peito, adormece todas as noites na minha pele, em sonhos sonhados e actos de prazer – naqueles que repartimos no silêncio do nosso olhar apaixonado. Não te prometo o mundo e tão pouco te juro dar a lua. Apenas sente o amor que tenho, um sentimento tão vivo capaz de nos juntar o destino, capaz de nos tornar imortais.
Fica…

Fica mesmo que largue as meias espalhadas pelo chão, que ressone alto em dias de constipação, que me suje ao jantar ou que me esqueça os pêlos aparados da barba, caídos pelo chão. Ri-te comigo, mesmo que deixe a comida queimar só porque me perdi a olhar-te, ou que entre no banho e te abrace (ainda sujo do meu dia de trabalho). Fica a meu lado, mesmo que me esqueça das chaves do carro e tu tenhas de voltar a casa para buscar, que te diga que chegarei cedo e me atrase, mesmo que me esqueça da data do nosso primeiro beijo.
Fica a meu lado… porque eu sou mesmo assim, distraído e desmedido no sentimento, apenas amo e quando amo... amo com toda a minha força - mesmo que erre tanto e que te dê dores de cabeça. 


Amo-te, e ponto final! 

Sem corantes nem conservantes, nem coisinhas “pipis”. Amo-te na simplicidade do homem que sou, mesmo com a boca suja, com o cabelo por cortar ou com a roupa amarrotada. Amo-te de forma determinada, e não e isso que interessa? De tão pouco vale passear contigo na rua de mão dada, se não sentir nada, ou precisar de vestir-me todo certinho, arranjadinho e bonitinho para parecer um boneco a teu lado. O que eu quero é viver este amor real, sem mais nada, só nós, os dois, e uma casinha, pequenininha, só nossa, cheia de recordações e fotografias.
Porque eu amo-te sem manias e as manias, que fiquem fora do nosso mundo porque aqui somos só nós, eu e tu, tu e eu e eu...


Amo-te por tudo e ao mesmo tempo… não te troco por nada.


Comentários

  1. André, está brutal ... desde que o acompanho, este poema foi o que me fez sorrir "sem corantes nem conservantes" :)

    Abracinho
    Luisa

    ResponderEliminar

Enviar um comentário