"Não vou por aí"

Não vou por aí!
Por esses caminhos que não são caminhar.
Pelos enganos e desenganos.
Pelos erros! Pelos medos!
Eu não vou! Não vou por aí!

Não vou pelos trilhos que me levam ao esquecimento.
Ao contentamento de uma mão cheia de nada.
Não! Sei que não vou!
Porque não quero ser o que não sou!
Não quero fingir o que não tenho!
Não quero ser nada - sendo quem não vejo em mim!

(Não vou por aí...
Pelas palavras vazias...
Pelas ruas vadias...
Pelas vidas fugidias...)

Não... não vou por aí... 
Por tudo o que dizem ser melhor para mim.
Pelo mundo que não me pertence.
Pela fome de ser mais - onde mais é ser menor.
Não!
Não me digam por onde ir!
Que caminho seguir porque eu - NÃO VOU!
Não vou para onde não quero!
Não amo quem não quero!
Não fico onde não quero!
Não sou quem não quero!

Não vou por aí... porque...
Por aí vai quem quer ir e eu...
Eu não vou!
Eu fico onde estou.
Eu continuo a ser quem sou e...
A quem me dou - dou-me por completo.



Comentários

  1. É isso mesmo!

    Está uma autêntica visão :)

    Bom fim de semana!

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Já nem sei que te dizer miúdo, realmente... Adoro!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário