Espera por mim...

Espera por mim... por mais que o tempo passe,
Por mais que a saudade se enlace - em nós.
Espera-me... no refúgio de um abraço tão nosso,
Na liberdade de tudo o que sentimento e...
Dividimos (como sonho real que agarramos: nas nossas mãos).

Espera por mim... na lua de marfim que cai ao anoitecer,
Nas vidraças da janela deste comboio que me leva para longe de ti...
Espera por mim. Espera que volte.

Espera-me... no medo que se evapora com a certeza de amar,
De sentir o peito - refeito em desejos - em beijos de vida.

Espera por mim... em cada partida,
Nas lágrimas que me escorrem pelo rosto,
Na saudade que grita parta voltar.
Espera-me... mesmo depois da morte.

Espera por mim... mesmo que o fim parece chegar,
Que a dor aperte!
Que a falta desperte!
Que o sentimento liberte...

Espera por mim... que eu sempre te vou amar.



Comentários

  1. Parabéns pelo poema! Gostei bastante!

    Ela.
    www.elaeele-nos.blogspot.com - Um blogue de casal! <3

    ResponderEliminar

Enviar um comentário