"Combustão"

Desnuda-me a carne. Que brota em vida, na tua pertença.
Em antagónicos sentimentos, que revoltam o meu coração.
Envolve-te na imensidão, deste meu beijo tão pedido,
Ancorando o teu corpo, a este meu porto de abrigo.
(Da revolução de sentidos que nutro... por ti.)
Crava-te em sonhos. Como cristais, em secretos segredos,
Que rompem a tormenta destes meus medos: esquecidos.
Habitando no âmago, deste homem que te ama.
(Nas horas tardias... em que clamo pelo teu chegar.)
Enfeitiça-me em marcas, que me marquem a pele de vontade.
Saciados esperas, quebrando barreiras... que nos arrastam na corrente.
Liberta-me de tudo e ateia este meu fogo ardente.
Queima comigo. Arde connosco.

E nesse momento,
Seremos combustão, em puro acto de excitação.
Em que o amor... nos entrelaça em desejos,
Que saciamos: os dois. Pensando depois...

Sentindo agora, o prolongar da eternidade.
Que conhecemos... ao tocar-nos...



Comentários

  1. As músicas que deixas todos os dias por aqui são como algodão doce para a alma - mas ed sheeran para mim será sempre o mentor das palavras que curam corações tristes. Excelente escolha! E depois, as tuas palavras. Sempre tão cheias de amor :)

    ResponderEliminar
  2. Soberbo!
    "por instantes deixei de pensar" ...Jorge Palma

    http://youtu.be/L0KR5OuVvyk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário e pela indicação musical.

      Uma boa noite :)

      Eliminar

Enviar um comentário