"Racionalidade Sentimental"

Aprendi com a vida a querer-te não só pelo corpo, a querer-te por tudo, a querer-te por nada. Os dias vão passando e a intensidade aumenta, a saudade aperta e, o sentimento, esse, parece crescer de forma desenfreada. Almejo-te agora mesmo, sem qualquer complicação, sem qualquer razão, guiado pelo meu coração. Posso errar ao querer-te desta forma, posso falhar ao sonhar contigo desta maneira...mas vou, deixo-me ir, tal como as ondas deste mar que servem de pano de fundo às inúmeras cartas que escrevo para ti. Há muito que me assombras a noite, há muito que me rasgas sorrisos de uma forma tão desmedida, tão destemida. Faz-me acreditar ainda mais, faz-me ter-te, nas horas tardias e nas manhãs em que acordas a meu lado, em que me fazes sentir, realmente, vivo. Vem, vem de vez aninhar-te nos meus braços, fazer de mim o teu homem, fazer de nós a continuação de uma história infantil que nos fazia sonhar com a idade adulta. Faz de mim o teu herói, faz de mim o teu porto de abrigo, seguro, aquele que te agarra, aquele que te ampara, aquele que te faz, simplesmente, sorrir. Larga tudo e agarremos, juntos, este nosso presente, sem pensarmos demais, sem planearmos demais ou não fosse eu um adepto dos pequenos momentos vividos e não daqueles perdidos pensando como será o futuro. Vem sem medos, vem sem tempos, quer-te a meu lado, nas aventuras e desventuras, nas lutas, nas ternuras. Faz-me atear, faz-me ficar, incendeia-me o olhar com a tua forma de ser e depois, quando anoitecer, saciaremos o desejo, entre espasmos e beijos, entre caricias de quem se quer tão bem. Apenas vem porque, quando a vontade é tanta, tão pouco importa o tempo em que te espero...



Comentários

  1. Este texto parece um eco da minha voz...da voz dele, entristece-me, um pouco...

    Um grande beijo!

    ResponderEliminar
  2. Este teu recante ajuda-me emocionalmente tanto!
    Há sempre palavras com as quais nos identificamos mais...palavras que também são nossas...
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  3. muito lindo! eterno enquanto dure...

    ResponderEliminar
  4. Obrigado!

    Enquanto algo é vivido, tão pouco importa a eternidade temporal comparada com a intensidade do momento.

    ResponderEliminar
  5. Me gusta mucho este texto ;)

    I follow you beautiful blog. I hope you will follow me back and I will wait for you in my blog www.gabusiek.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Que texto fantástico :)
    Beijinhooo*
    www.flordemaracuja.pt

    ResponderEliminar
  7. É como eu digo, quando se tem amor e sentimento, se tem tudo!
    Vamos além do desejo, além do carnal, além das dores...
    Esperamos, sobrevivemos, vivemos tudo numa intensidade jamais vista.

    :D
    http://umaestrelanochao.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde :)

    Obrigada! Bom fim-de-semana também para ti :)

    Mais um texto fantástico!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário