Mesmo antes...

Mesmo antes de me esqueceres,
Olha-me nos olhos,
Desvenda-me o silêncio,
Sente-me o coração.
Mesmo antes do fim,
Vê em mim um princípio,
Um marinheiro talvez,
Um aventureiro que procura ter-te.
Mesmo antes de duvidares,
De pensares que eu nada sou,
De partires sem olhares para trás,
Sabe que te quis, não como ou outros.
Mesmo antes de esqueceres,
De mudares, de outra pessoa encontrares,
Quero que saibas que eu ainda não te disse nada,
Quero que saibas que nunca me esqueci de ti.
Mesmo antes de não me escolheres,
Quero que saibas que foste sempre a minha primeira escolha,
Que foste inspiração de tantos textos,
Que foste um sonho,
Talvez imaginação,
Que foste e és o bater o meu coração...


Comentários

  1. O meu antes do "adeus", foi precisamente o sentir do bater do coração um do outro...

    ResponderEliminar
  2. Como te devo agradecer pelas palavras de conforto, de força e de ânimo?
    És fantástico!

    Um beijo grande :)

    ResponderEliminar
  3. "Mesmo antes do fim,
    Vê em mim um princípio"

    Estas duas linhas ficaram em mim, li e reli-as umas quantas vezes porque me identifiquei com elas em tempos e algo aqueceu cá dentro ao lê-las. Soube bem :)

    ResponderEliminar
  4. E que bom é o teu coração!

    Boa noite ;)

    ResponderEliminar
  5. O teu jeito para a escrita cresce constantemente, está maravilho como é possível tanto sentimento num pouco de palavras? Em ti só existe amor, és feito de amor, e é assim que conquistas todos a cada palavra que vais acrescentando porque nunca guardas rancor em qualquer lado consegues encontrar e depositar o bom do sentir, o amor...

    ResponderEliminar
  6. Foi dos textos mais bonitos que já li! Dizes tanto em tão poucas palavras... É, de facto, um prazer passar por aqui. Enche-nos o coração :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde :)

    Não tens de quê! Obrigada e um bom resto de semana também para ti :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário