"Despedida"

Dá-me um minuto,
Um segundo talvez,
Dá-me o tempo,
Dá-me a certeza.
Dá-me a clareza,
Que te faça ver sem fugir,
Dá-me um tempo,
Um tempo para agir.
Dá-me a sede, a vontade de ir,
Dá-me a saudade de te ver partir,
Dá-me um sinal, daqueles só nossos,
Dá-me um minuto,
Dá-me amor.
Dá-me o sorriso,
O olhar brilhante do teu ser,
Dá-me o corpo, a carne, o coração,
Tudo aquilo que me faça viver.
Dá-me um tempo,
Apenas só mais um segundo,
Dá-me o que quiseres,
Dar-te-ei o meu mundo...


Mesmo antes que seja tarde, vem ter comigo hoje cedo...

Comentários

  1. "Dá-me o que quiseres/ Dar-te-ei o mundo". Fantástico. É tão bela a forma que escreves, a tua dedicação, empenho e amor às palavras e à vida. Encantas o coração de qualquer pessoa. Sabes espalhar amor, sonho, esperança a quem te lê. Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. Lindo, lindo, lindo. Provavelmente estas não são as palavras que mais desejas ouvir\ler, no entanto, como eu não te posso dizer aquilo que mais queres ouvir limito-me a agradecer-te por estas pequena bolha de oxigénio.
    Escreves de uma forma muito suave e transportas-nos para um outro mundo, o mundo que te pertence e é isso que os bons escritores fazem.
    Ainda agora descobri o teu blog e já estou encantada, parabéns.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário