...

Se o tempo fosse o meu tempo, seria meu, teu, nosso. Se a tempestade de ti me falasse, chegarias de forma intensa até mim, perceberias cada carta escrita que tanto fala de ti. Se o rio me arrastasse, desaguaria hoje bem perto do teu corpo, num beijo intenso que tanto me custa guardar. Se hoje a chuva me falasse de amor, hoje falar-me-ia do destino, daquele em que te cruzaste comigo, em que questionei tudo o que antes parecia tão certo dentro de mim. Se hoje te falasse apenas por um segundo, não falaria, apenas olharia nos teus olhos revelando tanto que vai dentro dos meus. Se o tempo fosse o meu tempo, o teu encaixaria no meu, tu encaixarias em mim sem ser preciso dizer mais nada...


Comentários

  1. chegaste a um nível brilhante. O que te vai aí dentro é forte, em combustão.

    ResponderEliminar
  2. Consegues-me sempre surpreender, fiquei pasmada e sem saber o que dizer no final... Obrigado por escreves, continua a escrever, vou continuar sempre a ler-te!

    ResponderEliminar
  3. Todo o tempo é nosso, faz-te a ele!

    Não esperes pelo tempo porque ele nunca esperará por ti!

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  4. obrigada pelas tuas palavras, já faziam falta :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário