Beijo...

Hoje, agora mesmo, neste dia do beijo, beijem, agarrem, tentem, vivam. Condensem vozes, confessem desejos, envolvam mãos, segredem tudo num toque de lábios dado com vontade, dado sem perder tempo...
Beija-me, no silencio das nossas vozes, no batimento do nosso peito,
Beija-me secretamente, tal como as ondas do mar envolvendo os nossos corpos,
Beija-me demoradamente, permanentemente, loucamente,
Beija-me agora, sem demora.
Beija-me como quem agarra o mundo,
Beija-me no sabor doce dos nossos lábios.
Beija-me surpreendentemente,
Beija-me sorrindo,
Beija-me sentindo.
Beija-me neste dia, nesta hora, neste segundo,
Beija-me e pronto, esquecendo, os dois, o mundo.
Beija-me somente,
Beija-me sem tempo,
Beijar-nos-emos enquanto o corpo pedir e...depois,
Voltaremos a sentir os nossos lábios selados num beijo tão nosso.
Hoje não digas nada mais, apenas beija-me...



Comentários

  1. Ah, já faz tanto tempo que não venho aqui, que saudades de te ler! Adorei o texto!

    ResponderEliminar
  2. Que combinação perfeita! Ler algo tão maravilhoso ao som de uma bela música escolhida ao pormenor...
    Desejo-lhe uma ótima semana cheia de sorrisos!
    resp: Muito obrigado pelas suas palavras, animaram-me um pouco o dia

    ResponderEliminar

Enviar um comentário