Um tanto que se pode ser...

Somos carne, coração que sente,
Somos sorrisos, somos gente,
Somos musica que emana do sorrir,
Somos presente e um futuro que há de vir.
Somos simplicidade, fado cantado,
Somos oceanos de desejo num porto encantado,
Somos a vontade de ter, de agarrar,
Somos humanos vividos, pessoas que sabem amar.
Somos história presente de um futuro por construir,
Somos garra de leão de quem não sabe desistir,
Somos Verão quente que teima em passar,
Somos um tanto de tudo que pode começar.
Somos sorriso partilhado, olhar cruzado,
Somos os destinos unidos em cavalo alado,
Somos poesia escrita que esquece o não,
Somos vontade vivida de uma luta inadiável na palma da nossa mão...



Comentários

  1. Somos tudo e no entanto,não somos nada.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Que lindo. Gostei mesmo muito :)
    Não se desiste do que vale a pena, não é assim?

    ResponderEliminar
  3. Era mesmo isso que eu precisava ouvir hoje, obrigada :) *

    ResponderEliminar
  4. Estou a tentar. De vez em quando lá vem alguma coisa complicar tudo.. Factores externos que até nem tem nada a ver comigo mas me afectam. Fica difícil quando isso acontece.. Além disso veem aí as férias e estou com medo de ficar fechada em casa de novo...

    Most of all, eu agarrei-me muitooo a este Amor. Nestas alturas e noutras piores que felizmente já passaram.. Eu podia estar de rastos que ele era o motivo para eu sorrir, para eu acreditar, para ter momentos de felicidade, tão raros, mas tão preciosos... Ele faz com que tudo pareça bem. Desconcerta-me, mas ao mesmo tempo, é o meu equilíbrio, o meu refúgio, tudo..


    E obrigada* Aprendi a fazer por isso

    ResponderEliminar
  5. Somos tudo quanto quisermos ser... Somos alma viva, vivendo correndo nas estradas da vida, lutando pela chama da alma sempre acessa em tudo o que nos caminhos de terra deixamos marcados. Cada dia uma surpresa neste neste teu belo canto de escrita. Tens uma forma de escrita muito fluida, pura e simples, cativa muito a leitura. Parabéns!!! Beijo de boa noite

    ResponderEliminar

Enviar um comentário