Conto(-te)...

Dedilhava o piano que estava na sala, sentia cada acorde de um sentimento tocado no final desta tarde. Calmamente acompanhava todo o som com um copo de whisky que me aquecia o corpo. Sentia-te, sinto-te hoje a correres pelas veias que albergam o escarlate sangue que me matem vivo. Sorri, olhei para a janela e avistei o mar mesmo em frente ao meu olhar, tu estavas lá, misturada nas ondas de um desejo, no tempo querido de um tempo esperado. Aproximei-me de um quadro que pintara há algum tempo, um quadro de linhas minimalistas que retratavam os traços do teu rosto, conheço-os sem os ter tocado, conheço-te como a palma da minha mão. Senti o perfume, um perfume doce que me preenchera os pulmões de vida e, subitamente, as borboletas apoderaram-se do meu estômago pedindo um pouco mais de ti, olvidando a tua presença junto a este meu corpo. Quero-te, sei que te quero com a intensidade de hoje, com uma intensidade maior que ontem e muito menor que amanhã. As rosas esperam por ti, depositadas na jarra em cima da cauda deste piano que ecoa os sons que emanam do meu peito, que gritam o teu nome no meio da multiplicidade de notas em que te revejo, em que revejo a tua diferença subjacente nas escolhas que tomas com confiança no teu desejo. Espero-te, aqui, nesta casa em frente ao mar, nesta vila de calçadas polidas em que as pessoas se misturam nos finos grão de areia, em que a areia espera ser tocada pelos teus pés firmes, pela firmeza do meu sentimento por ti. Enquanto isso, vejo o teu olhar para além do rio Tejo  vejo o meu sentir na espera constante que me faz sonhar, sonho contigo, deito-te contigo, vivo contigo e tu tão longe de mim...



Nada importa quando dois corações se completam, duas almas se chamam, duas pessoas se unem. Há magia nesse momento, nesse momento eu acredito que a felicidade é uma realidade que quebra com a ideia de utopia...




Comentários

  1. Cabe-nos a nós tornar a utopia na nossa realidade, não é assim?

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Esta é a página do Facebook do meu novo livro de poesia "Em Teus Olhos Seria Vida".
    Gostava de poder contar com o teu "gosto" na minha página.
    Obrigado!

    www.facebook.com/EmTeusOlhosSeriaVida

    ou em:

    poesiafaclube.com/store/josé-manuel-pereira-"em-teus-olhos-seria-vida"

    =)

    ResponderEliminar
  3. Que lindo! Está soberbo o teu texto, onde o amor vive da primeira à última linha...

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  4. ADOREI. Este texto é o reflexo da tua alma, és tu em cada palavra que aqui esta escrita. Amor, sentimento e mar, nada melhor. Beijo de boa noite.

    ResponderEliminar
  5. muito lindo. gostava de acreditar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia irás acreditar em tudo isto, quando viveres um grande amor ou quando arriscares dando um sinal a quem te quer amar.
      Por vezes, temos tanto e esse tanto não vivemos com receio de falhar :)

      Eliminar
  6. Lindo, é incrível como ainda existem pessoas por aqui a escrever realmente bem! :) *

    ResponderEliminar

Enviar um comentário