Vivo olvidar...


Se tudo tivesse um nome teria o teu, o meu, o nosso.
Se esta história fosse o viver de dias de sol, em que dois corpos se entregavam a um sentimento crescente, esta história seria agarrada pelas nossas vontades.
Se os olhares tivessem explicação, se o desejo tivesse significado, tudo residiria no nosso peito em forma de canção.
Se, mesmo que por momentos, a insanidade apoderasse-se do nosso pensar, correríamos em direcção um do outro em inconstante falar.
Se o dia tivesse um momento, se esse momento se perpetuasse numa eternidade, seriamos dois amantes, dois amigos, num sentir de verdade.
Se a minha voz ecoa-se num mundo de surdos pensares, essa voz gritaria o teu nome numa mistura de ter e não ter.
Se o desejo fosse vivido, embarcaríamos neste rio de destinos cruzados, de abraços apertados, de beijos dados e sorrisos rasgados.
Se tudo fosse em vão, restava a recordação do que foi vivido e não do que ficou por viver, seriamos personagens principais e a isso eu chamo viver.
Se o dia chegasse, esse dia seria hoje, porque hoje a força é tanta e a vontade exprime-se num bailado de adrenalina e desejo de arriscar.
Se tudo tivesse um rumo, uma casa, um significado, um sentimento, esse abrigo seria em nós, encontraria o seu repouso na palma da nossa mão...


Se um presente fosse o espelho do nosso querer, esse presente não seriam apenas palavras, seria um beijo roubado sob a chuva de uma vida que oferecia um destino e nós apenas o teríamos de o saber perpetuar...



Comentários

  1. Obrigada pelas palavras, mesmo*
    Vou tentar mostrar-lhe, se não for doutro jeito.. Vou parar de esconder o sorriso enorme que graças a ele trago tantas vezes no rosto* Na verdade, é parvo esconder isso de quem é o motivo do meu sorrir.
    Confesso que estava ansiosa pelo texto de hoje :)
    É sempre uma delícia ler-te e revejo-me mesmo muito no que sentes. Há que perpetuar o amor ! :)
    bjinho

    ResponderEliminar
  2. Voa. Vai onde quiseres, com esse amor que carregas no teu peito e sê feliz.

    A música é mágica! Ainda gosto mais dela assim, uma lufada de ar fresco :) *

    Beijinhos, tens um coração de ouro.

    ResponderEliminar
  3. A verdade é que dou muito pelos outros, mas tenho vindo a aprender que primeiro tenho que dar por mim. És enorme! Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. A verdade é que dou muito pelos outros, mas tenho vindo a aprender que primeiro tenho que dar por mim. És enorme! Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Exacto.. Muito obrigada $:
    Também gostei muito deste teu texto, como sempre*
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Gostei bastante deste texto e adorei a música. Surpreendeste-me mais uma vez, pela positiva claro! Um abraço*

    ResponderEliminar
  7. Oh, podes passar sempre que quiseres. Também gosto das tuas visitas. :)
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. Porque não lutas a sério por quem amas? Não compreendo "poetas" como tu, que escrevem blogues e passam a vida a "chorar" um amor... Se há possibilidade de terem algo real é lutar pelo que se quer... Menos palavras e mais acção... Se tal não é possível, há que seguir em frente... Não sou uma pessoa fria, mas por vezes e apesar de gostar de ler estes "romances", irrita-me a "cobardia" dos que passam a vida a lamentar-se e a sonhar sem mexer uma palha para tornar os sonhos realidade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Boa noite,

      Como hás de ver, se falo para tantos lutarem pelo amor, porque eu não o faria também?
      Acredito que as coisas têm o seu tempo e se é para lutar, que se lute pelo que vale a pena e não apenas lutar por o que não passam de algo passageiro.
      Aqui não se chora amores perdidos ou amores não vividos, se algo foi é porque tinha de ir e se algo não foi vivido, não foi e ponto final. Como sempre defendo a vida segue em frente e o que fica e quem fica é que é importante.
      Há que nos sabermos mexer, mas mexer por aquilo que nos faz mesmo bem.

      Luta tu também, acredito que tal como tantos, também apenas deves ficar pelas palavras ;)

      Eliminar
  9. Um texto lindo, aliás, como sempre. Consegues sempre transmitir sentimentos com palavras que escreves, acho isso fantástico.
    É, também o acho. Lutar acima de tudo. Muito obrigada*

    ResponderEliminar
  10. lindo mesmo ,adoro sempre os teus textos :)

    ResponderEliminar
  11. Olá,

    E novamente aqui me posso deparar com um texto escrito ao som do amor, ao ritmo da emoção.

    Já tinha saudades de um texto assim, feito de "Ses", como sempre falas em caminhos e misturas os tempos, muito interessante. Agora é tempo de deixar os "Ses", deixar as hipoteses e as possibilidades e começar a escrever os factos vividos e certos.

    Forte Abraço

    ResponderEliminar
  12. Mais uma explosão de emoções e sentimentos maravilhosa...
    Gosto sempre de te ler!

    Sweet Dreams e bom resto de Fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
  13. Tens razão , amor que é verdadeiro não parte, permanece . Também gosto sempre de ler-te

    ResponderEliminar
  14. Que lindo este texto, cheio de amor, emoção e sentimento.
    r:Obrigada pelo comentário, fiquei muito feliz quando o li. Se gostares do meu blog, podes seguir.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Fico contente por teres gostado, e então aqui fica o convite para voltares mais vezes :)

    ResponderEliminar
  16. É sempre um prazer ler-te! :)

    E é por textos assim, que enchem a alma e o coração, que não consigo ir embora :)

    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  17. Tu tocas o coração de qualquer pessoas com as tuas palavras :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário