(Des)Ordem...


Fracas são as horas em que desistimos de nós, em que despimos a pele e acobardamo-nos ao resignar da alma, ao esconder do coração. Em momentos perdemo-nos, deixamo-nos guiar pela corrente que nos afasta o viver, que nos cala o sentir, que nos esconde o sorriso motor do nosso avançar. Momentos desses preenchem a nossa vida, formam um pouco da nossa história mas não determinam eternamente o nosso futuro. Há um dia, uma hora em que agarramos a vontade, em que nos levantamos, em que lutamos como se não houvesse amanhã, amando sem intervalos, agarrando com força, sonhando com uma intensidade que desconhece o medo. Nesse momento, nesse instante, mudamos o nosso viver, reinventamos a nossa história e voltamos a acreditar nos outros mas, especialmente, voltamos a acreditar em nós. Afastamos o que nos faz mal, despimos velhas roupas e voltamos de novo à acção do nosso dia, ao viver do nosso presente projectando um futuro que se quer feliz. Somos invadidos, nessas horas, nesses minutos, por uma lufada de ar fresco, por um contentamento sem explicação, por um sentimento que não consegue ser descrito e muito menos ditado, um sentimento vivo em nós, ancorado à nossa alma. Deixamos tudo para trás, voltamos a erguer o nosso caminho, a traçar as nossas metas, com outras prioridades, com outras vontades e com pessoas capazes de acompanhar-nos nesses momentos, numa vida inteira. Com o passar da vida, passamos a querer mais verdade, a sentir com mais maturidade e isso não é condenável, condenável é não crescer, é parar no tempo, continuar com a mesma forma de agir, continuar errado e insistir que errado são todos que acabam por partir. O tempo não espera, o tempo não desespera e tudo o que é sentido não deseja magoar, tudo o que é sonhado só nos faz avançar e todo o resto, são fragmentos de quem ainda não soube ver que a vida mudou e que o que faz diferença é o que nós queiramos que o faça. Temos sempre o dom de escolher e é isso que nos torna livres, é isso que nos faz respirar, faz-nos mudar...

 

O tempo tem o dom de nos ensinar que o sonho não é sonhado apenas de olhos fechados, que o querer não tem limites, que o amor de verdade não tem tempos e que o sorriso será sempre a melhor resposta para as dificuldades da vida...





Comentários

  1. Olá Olá,

    Bastante curioso este texto, a vida realmente é uma constante mudança entra a ordem e a desordem e por vezes é inclusive uma ordem dentro da desordem ou talvez o contrário.

    Como sempre com escolhas musicais muito apelativas, já vi que gostas do HMB, bom gosto! Pessoalmente também me agrada têm boas letras e uma musicalidade interessante

    Forte Abraço

    ResponderEliminar
  2. Podes crer, toda a gente se magoa, faz parte da vida, o amor vem e vai, temos de aceitar isso e não deixa de ser umas das coisas mais lindas que se vive. Nunca me arrependi de ter amado, nunca mesmo.

    ResponderEliminar
  3. Senti tanto este texto... adorável. Nunca deixes de escrever porque nunca quero deixar de te ler. Beijinhos André

    ResponderEliminar
  4. Gostava de a ter sempre, mas falta-me quase sempre. Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Também gosto que o seja e que o sintam. E escrevi isto para não sufocar, depois de terem passado anos... és, realmente, um verdadeiro Sonhador. Beijinhos, escreve sempre e faz boas leituras :)

    ResponderEliminar
  6. Sofrer faz parte do Ser Humano, faz parte de nós como qualquer outra coisa. Mas depois, chega o momento que nos faz levantar, mesmo que lentamente, e ser melhores que aquilo que nos deitou abaixo. Há sempre algo que nos devolve ternura e esperança e nos contagia com vontade de viver.
    Espero que tenhas sempre essa ideia imprenada na tua vida, na tua alma e no teu viver.
    Que maravilhoso texto André!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. não. por mais difícil que seja, quase nada ou nada mesmo é impossível e é mesmo isso que no deve fazer mover. por mais que custe, que demore, por mais obstáculos que tenhamos de ultrapassar. o difícil não significa que seja impossível. e basta.
    um beijinho, volta sempre!

    ResponderEliminar
  8. Selinho para ti no meu blogue :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  9. muito obrigada pelas palavras, e por gostares de ler as minhas (:

    ResponderEliminar
  10. O tempo é sempre o nosso melhor amigo :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário