Almejo de Amar...

Há dias que mesmo querendo ser fortes não conseguimos, há dias em que o sonho parece tão turvo como as noites em que nos perdemos de nós, em que nos esquecemos de amar. É nesses dias que vemos a nossa pequenez, que questionamos os caminhos escolhidos, que repensamos noutra forma de sentir. Por vezes não sabemos o que valerá mesmo a pena, por vezes surge a dúvida se o mais verdadeiro é o mais real, se o mais lutado é aquilo que se pede. Hoje é um dia desses, hoje é um dia que questiono tanto, que nenhumas respostas encontro. Amar sempre foi, para mim, viver à minha forma, acreditando nos meus sonhos. Lutei, e sei que lutei, com tantas forças. Por maiores que fossem as quedas penso que na diferença reside a nossa essência, naquela diferença que gosto de preservar sabendo que sou eu e não réplica de ninguém. Nunca me prendi a falsos moralismos, nunca estagnei por convicções que não eram as minhas e sabem? Não sei o que esta sociedade hoje procura, não sei o que uma mulher de verdade procura, porque na realidade, parece que se vive na irrealidade de sentimentos esporádicos, de histórias efémeras camufladas pelas palavras que não se coadunam com o gestos. Já acreditei mais, admito, já lutei de mais, mas não me arrependo do que fiz, porque não me enganei, porque, na verdade, nunca me trai. Desculpem este desabafo, desculpem esta minha forma de sentir, que nem sei descrever como é, que nem sei desenhar em traços firmes de uma caneta que acompanha o pulsar das nossas mãos. Sei apenas que há muito nesta vida que me mostra que o sentimentos há muito se perderam, há muito que o “plástico”, que o “actor” fica melhor em cena do que a pessoa que ama, do que a pessoa que vive de forma verdadeira. As prioridades inverteram-se mas eu não me consigo inverter com elas, porque amo da minha forma, porque vivo da minha maneira, porque escrevo as minhas vontades, porque “ainda” acredito nos meus sonhos...




Vale a pena AMAR, Vale a pena ESPERAR, vale a pena LUTAR, Vale a pena SONHAR, vale a pena FALAR, vale a pena SENTIR, vale a pena VIVER, vale a pena ESCREVER, vale a pena TER, vale a pena TOCAR, vale a pena BEIJAR, vale a pena QUERER, vale a pena MOSTRAR, vale a pena SER. Tanto que VALE A PENA, tanto que NEM SEQUER DÃO VALOR...

Comentários

  1. http://andliveandloveandlaugh.blogspot.pt/

    Aqui fica o meu 'cantinho' :)
    Estou a começar, mas espero que gostes!
    Um beijinho *

    ResponderEliminar
  2. Obrigada :)
    Eu também não sou grande fã da terceira, mas tinha de ter 3 :b

    ResponderEliminar
  3. Essencialmente nos últimos anos aprendi que nada vale a pena sem esforço! A nossa vida tem de uma constante luta. Obrigada, e vou com certeza continuar a acompanhar a tua escrita *

    ResponderEliminar
  4. Obrigada. Gostei de mais um dos teus textos. Beijo*

    ResponderEliminar
  5. As pessoas só se agarram às coisas más, e não às boas

    ResponderEliminar
  6. Gostei mesmo do texto, da tua forma de escrever! Parabéns, sigo :)

    ResponderEliminar
  7. Acho que o texto se resume a isto "Lutei, e sei que lutei" é o mais importante da vida, Lutar, ter força para superar. Por vezes não ganhamos e acumulamos lutas perdidas, mas antes lutar e ganhar cicatrizes do que nao lutar. Devemos é erguer os nossos sinais de guerra com orgulho e seguir em frente, mas claro que o que custa não é perder é o seguir em frente. preciso Força

    Abraço =)

    ResponderEliminar
  8. Sempre tão intenso e sensato!amei demais,beijos!

    ResponderEliminar
  9. Me encontrei em suas palavras

    ResponderEliminar

Enviar um comentário