Reflexos, espelhos da forma de viver...

Poema disperso de uma canção de amor, reflexo no espelho da alma, no coração de um guerreiro que ama incessantemente. Chama ardente, fogo que queima sem tocar, uma história que tanto tem a dar. Todo um infinito pela frente, toda uma série de anos, vidas, pessoas, um recordar de emoções, um querer ser feliz. Contemplado no sorriso está o peito de quem outrora esqueceu-se de sentir, quem amou outra para além de si mesmo, quem sonhava depositando sonhos em fracas mãos de quem não os segurava. A felicidade constrói-se primeiramente nas nossas mãos, nos nossos sonhos e depois, sim, são partilhados, divididos porque na solidão de uma individualidade jamais alguém será feliz. Agarrado e ancorado ao que acredita, canta melodias de amor, declama sentimentos verdadeiros. Escritor, narrador do seu próprio querer, felizmente partiu e esqueceu, felizmente amou e aqui permaneceu. A vida mudou, os dias contemplados agora são apenas recordações que ficaram, mas que acabaram armazenadas nas pequenas caixas que fazem parte de capítulos passados, de sonhos sonhados, de amores findados. Hoje vive de forma diferente, acreditando nos sonhos, lutando em cada batalha, permanecendo no verdadeiro, amando o dia inteiro. A vida é mesmo assim, uma mistura entre ter, não ter, querer ou apenas esquecer...


AMOR, um grande AMOR...



Comentários

  1. Tens de me desculpar a sinceridade mas acredita, és um rapaz "perfeito". Além de escreveres de uma forma maravilhosa, sentes as coisas tão profundamente que mostras ter um coração gigante! O teu amor nunca se esgota e trazes para aqui mensagens tão fortes que passo a julgar ser tudo possível. A mulher que amares terá muita sorte :) será algo forte e para toda a vida! Gostava de ter um pedaço desta tua forca para ser um pouco mais feliz, mas já aprendi que a felicidade não se adquire, constrói se :) um beijinho *

    ResponderEliminar
  2. Finalmente consegui vir ao teu blogue,e deliciar-me com o teu texto =´)
    Já tinha saudades,acredites ou não.
    Isto dos exames é mesmo mau.. não tenho parado de estudar,e deixa-me pouco tempo para a blogosfera,o que me deixa triste.
    Mas de qualquer das formas,vou tentar passar por aqui pelo teu cantinho,sempre que possa.
    Já agora,aproveito para agradecer todos os teus comentários,e todo o apoio. És um amor de pessoa =)

    Bem,agora vou voltar para o estudo,que tenho resmas de coisas para ler =´(
    Mas depois de todo o estudo e de fazer os exames,venho cá mais vezes! =D

    Beijinhos*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário