Amores passam, amores ficam...

(Fiquem com um desabafo, acredito que sente o mesmo quem conhece cada palavra aqui deitada ao vento, cada pessoa narrada neste post. Seja FELIZES, UNICOS E VERDADEIROS, sempre na vossa vida. Beijos e Abraços)
Sombras em manto de neblina, amor perdido, dissipado sobre a angústia de um não querer ver, sobre o embate da realidade, daquela realidade reprimida, escondida aos olhos de quem amava sem escutar palavras, sem se guiar por outras vozes. Chega a desilusão o que fica depois da perda do brilho, depois de tudo o que antes existiu. Palavras reconfortam mas o caminho faz-se seguindo em frente, esquecendo o que se sabe, aprisionando o que se sente. A dor torna-se forte no mundo de quem sente sem barreiras, de quem ama de forma natural, verdadeira em que entrega tudo de si, em que procura simplesmente aquilo que é mais real. Pessoas esquecem-se de si, esquecem-se de amar a si próprias entregando-se ao esquecimento da sua alma, tentando colmatar faltas com capítulos efémeros de uma noite, de um dia, de uma frase, de uma ausência de segurança. Tudo isto mostra o quão diferente é quem sente, quem apenas consegue construir sempre que existe bases para esse edifício, sempre que se procura o sentimento, fazendo-o crescer, alimentando-o para que este permaneça vivo e forte. O que custa um simples adeus comparado com uma prisão de uma vida inteira? O que custa partir para viver e não permanecer agarrado a uma história que mata aos poucos? Pode-me chamar fraco mas fraco é quem fica eternamente à espera de algo que não chega, é quem abdica de ser próprio para ser o que outros querem, o que outros procuram. Acredito que a importância das pessoas é dada por aquilo que elas são e não por aquilo que elas encenam, acredito que o bonito cativa mas, somente, o importante prende, acredito que amar possa ser complicado para muitos, mas para mim, para mim é a única forma de viver esta minha história...






Comentários

  1. Amei este teu texto, tão sincero, tão despido a olho nu. Tudo o que escreveste é a mais pura das verdades. Muitos querem que gostemos deles por determinada razão mas devemos ser sempre sinceros e saber quando dizer "não" e "chega". Dizer isso não nos faz más pessoas, mas sim pessoas conscientes e que respeitam aquilo em que sempre acreditaram. Já tive um amor que passou, mas hoje peço que o amor fique :)

    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  2. que desabafo fantástico. revi-me em muitas palavras. está lindo, beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Bem, estou mesmo sem palavras. É tão verdade tudo o que escreveste aqui, nada está camuflado, tudo é tao transparente e real!
    “Pode-me chamar fraco mas fraco é quem fica eternamente à espera de algo que não chega, é quem abdica de ser próprio para ser o que outros querem, o que outros procuram.” Muita gente devia ler reler e voltar a ler isto que aqui disseste.
    Está realmente muito bom, e como sempre deixas-me com um sorriso na cara e com mais um ensinamento para a vida. Por isso só me resta agradecer.
    Obrigada.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. "Acredito que a importância das pessoas é dada por aquilo que elas são e não por aquilo que elas representam", não percebi bem esta frase, não acaba por ser a mesma coisa? Concordo com tudo o resto, mais uma vez parabéns pelos textos fantásticos!

    ResponderEliminar
  5. Agora percebo, o erro foi meu, dei outro sentido à palavra! Tens dentro de ti um amor tão grande e consegues transmiti-lo por palavras tão facilmente, acho incrível, mesmo.

    ResponderEliminar
  6. Adorei! Identifiquei-me muito com o que aqui escreveste. É sincera e muito bonita a forma como o fazes.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário