Reflexo do meu sentir...

Agarro nas palavras que me fazem sonhar, simples fragmentos de um amor ainda em construção. Sigo os passos que me libertam das amarras e me fazem chegar a ti, ao teu coração, ao amor que vimos crescer, aquele pelo qual tanto lutamos. Juntos seguimos caminhos, agarramos oportunidades, vivenciamos as mais intensas histórias que vamos guardando dentro de nós, que vamos tatuando no nosso peito. Fonte de vida em mim, colorir de dias e de noites em que nos encontramos no refúgio dos nossos sentimentos, naquele lugar em que despimos mascaras, em que esquecemos barreiras e nos entregamos a um sentimento mais forte que a razão, mais intenso que o aprisionar de um querer. Recordações fazem parte de nós, fazem parte de um passado que nos fez crescer, de um caminhar no qual erramos, voltamos, apagamos e até mesmo perdoamos. Somos humanos, pedaço de carne que sangra, sorriso que brota, palavra que marca. Somos a história do nosso próprio sonhar, guerreiros e perdedores, sonhadores e ao mesmo tempo tão realistas. Somos dualidades, dualidades de sentimentos, de quereres, de escolhas em que os caminhos parecem deturpados pelo nosso forte querer, pelas dúvidas que possam surgir. Somos detentores das nossas próprias escolhas, livres e condicionados, agarramos ou então largamos para todo um sempre entregando pessoas ao esquecimento, lugares ao perder, amores a uma recordação que fica, mas que, tardiamente acaba esquecida juntamente com o que não marcou, com o que acabou por passar. Na vida tudo muda, na história tudo se altera, depende de nós viver o que tanto queremos, lutarmos por o que tanto ambicionamos, agarrar o que queremos e largar o que não nos faz falta, aquilo que prende o olhar mas nunca o coração...

Goodnight kiss… ♥

    

          Bedtime ♥



Comentários

  1. obrigada mesmo, já não via um comentário teu à algum tempo, sempre que faço um texto estou sempre à espera que venhas comentar (:

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, tens toda a razão. E mais uma vez adorei o texto, é mágica a forma como escreves, parabéns :)

    ResponderEliminar
  3. Mais uma vez gostei imenso do que escreveste. É incrível a maneira como o fazes :)

    ResponderEliminar
  4. Felizmente trata-se apenas imaginaçao (:
    Muito obrigada!

    ResponderEliminar
  5. É incrivel todo o sentimento que depositas em palavras tão simples. Nunca será demais dizer que escreves mesmo bem. Adorei este!
    Beijinho *

    ResponderEliminar
  6. Amei! É isso mesmo... Na vida, (quase) tudo é uma questão de escolhas... Nem sempre fáceis... Mas escolhas! Nem sempre nos apercebemos ao início, daquilo que realmente nos faz mal ou bem, mas assim que nos apercebemos de tal, não podemos adiar mais o óbvio... Ficar com o que nos faz bem e expulsar o que nos faz mal! Lindo!

    Beijinhooo e bom fim-de-semana *

    ResponderEliminar
  7. "Somos dualidades, dualidades de sentimentos, de quereres, de escolhas em que os caminhos parecem deturpados pelo nosso forte querer, pelas dúvidas que possam surgir".

    Adorei seu texto, lindo.

    ResponderEliminar
  8. Adoro!!!
    Adoro este texto lindo,com estas palavras tão perfeitas que transmitem sentimentos e momentos únicos.
    verdadeiramente lindo.
    E depois com estas imagens... simplesmente perfeito =)

    Já agora: és mesmo um amor!
    Obrigada pelo comentário que deixas-te no meu blogue.
    É mesmo bom saber que temos alguém que se preocupa e que estará do nosso lado. E por isso te agradeço do fundo do coração.
    Obrigada!! =)
    E quanto a mim,também estarei aqui sempre. Sempre que precisares é só dizeres.

    Beijinho* grande,e mais uma vez,obrigada!!

    ResponderEliminar
  9. Concordo mesmo contigo :) E ainda bem que gostas-te!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Nem sempre ser idiota é mau x)

    Adorei mais uma vez este texto, já aqui referi que tens uma capacidade unica de me agarrares a cada coisa que escreves, voamos literalemente por segundos, com os pés no chão.
    A vida é feita de escolhas e decisões, bem ou mal somos sempre nós que escrevemos cada traço da nossa história e é isso que torna a vida e o amor coisas tão unicas.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  11. 'Somos humanos, pedaço de carne que sangra, sorriso que brota, palavra que marca. Somos a história do nosso próprio sonhar, guerreiros e perdedores, sonhadores e ao mesmo tempo tão realistas. Somos dualidades, dualidades de sentimentos, de quereres, de escolhas em que os caminhos parecem deturpados pelo nosso forte querer, pelas dúvidas que possam surgir. Somos detentores das nossas próprias escolhas, livres e condicionados, agarramos ou então largamos para todo um sempre entregando pessoas ao esquecimento, lugares ao perder, amores a uma recordação que fica, mas que, tardiamente acaba esquecida juntamente com o que não marcou, com o que acabou por passar.' AMEI simplesmente !
    Está lindo, está tão real, tão bem exprimido e tão bem escrito que digo mesmo que está perfeito :D
    Obrigado por escreveres assim e por partilhares os teus sentimentos, os teus pensamentos e vontades com todos nós :)
    beijinho :D

    ResponderEliminar
  12. Como já é habitual, consegues escrever coisas tão compelxas, sentidas e verdadeiras em textos tão simples e no entanto bastante complexos e interligados entre si, um mimo de texto!

    Abraço

    ResponderEliminar
  13. Recordação de uma amor passando pode ser doloroso, tudo passa e um dia vamos nos conformando.

    Adorei.

    ResponderEliminar
  14. Obrigado!
    Gosto do teu post e concordo com o que dizes nele !

    ResponderEliminar
  15. Por vezes é esse o nosso maior erro: agarrarmo-nos ao que os olhos vêm, no lugar de nos agarrarmos ao que sentimos cá no fundo.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário