Palavra, Palavras, Significados...

(Hoje deixo um tipo de Post um pouco diferente, espero que gostem e que estas palavras despertem e vocês os mais diferentes sentimentos.)

Sinto-te em mim, fragmento do meu ser, pedaço de vida que me alimenta, amor que me consome. Saudade, vive-se a saudade de uma despedida, o perder de um sentimento por ruas e vielas que o viram nascer, que o viram caído pelas frias pedras da calçada. Distância, fica a distância que nos separa, a barreira que parece superior ao nosso querer, superior às forças esquecidas nas mãos de quem deixou de lutar. Sonho, tudo era sonho, agora resume-se a um lembrar, a um lembrar constante que dói sem doer, que prende sem prender. Angustia, palavra com sentido de um sentimento prisioneiro, de um viver partido em pedaços, esquecido de si. Olhar, ainda existe o olhar, as palavras caladas que tudo dizem, o toque da pele, o arrepiar com a música que faz recordar, com o cheiro que faz pensar. Viver, continua-se a viver, a sentir por mais que o tempo passe e deixe em nós tatuado a presença um do outro, a existência de um sentimento ainda tão aceso, ainda tão vivo. Correr, vontade de correr e partir, de lutar e vencer, mas falta chão firme, falta um pouco mais de harmonia. Amor, ama-se mais do simples verbo, mais que simples sentimento presente, ausente, criado, esquecido. O amor encontra-se vivo em mim, vivo em ti, ancorado a nós...


          

Comentários

  1. Adoro completamente tudo o que aqui deixas escrito vindo da tua alma e do teu coração. É tudo tão teu, é tudo tão de ti, tudo tão intenso e profundo, tudo tão brilhante… Gosto imenso de me completar na tua escrita e de a ler mais do que uma vez. És incrível, escreve-lhe sempre com amor :)

    ResponderEliminar
  2. E mais uma vez, obrigada. É sempre tão bom saber essas coisas! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Em primeiro adorei este teu post :)
    Depois,sim devemos sempre encarar a mudança como boa, embora ela ás vezes possa não o ser :)
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Bastante original, gostei desta irreverência! sinceramente, dá me mais vontade de ler e querer saber como acaba o post e tudo mais, bem pensado! e claro que despertou imensos sentimentos, o que me ajuda muito, agora que ando à procura de uma tema para fotografar todos os dias =)

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Muito obrigada, é muito bom saber isso. A letra da música é linda :)
    Mais uma vez um texto fantástico. Nunca desiludes :)

    ResponderEliminar
  6. está mesmo! e vai servir-me de apoio!
    meu Deus, mas que texto fantástico! diferente, sim, mas bastante atrativo e lindo!:) um beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Texto diferente mas igualmente espetacular (=

    (obrigado pelo comentário e a história tera continuação)

    ResponderEliminar
  8. Mas quando um coração está cansado de se magoar, chega a uma altura que ele vê-se 'obrigado' a desistir de tudo.. Ou quase tudo. Neste caso eu desisto do Amor. Porque sei que ele vai sair magoado novamente se se meter noutra ''alhada''. Não vale a pena mesmo..

    ResponderEliminar
  9. Adorei o texto.
    As palavras em negrito fazem todo o sentido do post.

    Beju

    ResponderEliminar
  10. Gostei desta estrutura diferente e da forma como ligaste as palavras!

    ResponderEliminar
  11. "Correr, vontade de correr e partir, de lutar e vencer, mas falta chão firme, falta um pouco mais de harmonia." Que frase mais perfeita e mais verdadeira. Quando mais queremos lutar por algo mais complicada parece ser a nossa luta! No entanto cabe-nos a nós encontrar esse chão firme, essa harmonia. Porque no fim de contas se não lutarmos pela estabilidade ela nunca nos irá alcançar!

    Mais um excelente texto :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário