Reflexo do meu próprio viver...

Simples, simples são os fragmentos que guardo junto ao peito, simples recordações de um amor vivo em nós, presente neste nosso querer em que sonhar se torna constante, em que o sentimento se expressa de todas as formas, em todas as cores. Os dedos percorrem uma história que dedicadamente erguemos, construímos mais uma frase, acrescentamos mais um capítulo. Hoje é um dia especial, especial na simbologia de um querer enorme, de um lutar constante entre tudo o que sonhamos e que hoje vamos vivendo, vamos saboreando. São sons, prosas, poemas e uma série de outras tantas coisas que nos preenchem, que fazem de nós pessoas melhores, actores principais de um filme, o filme desta nossa vida. Deixamos sombras, indesejados espectros de um passado e agarramos o presente, este presente em que de dois corações surge um amor, de um amor surge vida dentro de nós, uma força que nos faz sorrir a cada momento. É de persistência que se avança, é de um querer enorme que se constroem as mais bonitas histórias. Agora somos dois, somos apenas dois, mais um dia, mais um momento, mais um presente vivido, mais uma história que ganha jeito, que toma forma...



Comentários

  1. É com persistência que se conquista, que se ama, que se mantêm! Gostei imenso deste teu texto, mais uma vez!

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. E essas sim! São histórias lindas de se viver :)

    Beijinho *

    ResponderEliminar

Enviar um comentário