Ninguém tem o dom de te parar...

Damos por nós a ser mais, mais que o sonho, mais que a força, mais do que um amor que se torna forte, tão forte que nos invade o peito e nos prende à nossa história, que faz de nós pessoas bem melhores do que simples personagens que representam sem sentir. Procuramos a felicidade, a felicidade do nosso próprio caminhar e somos os primeiros a encontrar forças quando mais as precisamos. Somos o sentir de um poema, o verter de uma lágrima sempre que algo nos comove, somos o curar de uma ferida mas, igualmente, somos o nunca esquecer, o guardar recordações, palavras e cheiros por mais que não o queiramos, por mais que a vontade seja de esquecer. Hoje falo de amor vivido, sentido, repleto de cor, de saudade, de vida, uma vida que rasga sorrisos, que desperta aventuras, que faz de nós lutadores, que faz de nós pessoas e não bonecos. O sonho é constante e, agora, olho para o passado como simples fragmento da minha história, como passagem do meu caminhar, como uma série de recordações que guardo na minha bagagem, como erros que me fizeram aprender, como simples e único resultado das minhas acções, das minhas forças, das minhas angustias e do meu partir. Falem-me de sentimento porque é nele que acredito, mostrem-me becos sem saída que eu faço caminhos com direcção, dê-me sorrisos porque são esses que me fazem seguir em frente, é neles que penso sempre os dias se tornam mais escuros. Cada um vive o que sonha na medida em que luta por esse mesmo sonhar, cada pessoa tem o dom de formar a sua vida, de escrever a sua história por isso sê pássaro livre, voa, conhece, desperta sentimentos e agarra oportunidades, a vida é apenas uma e o passado é uma parte desse viver e não a totalidade do mesmo...



Comentários

  1. Parabéns pelo texto. Está fantástico!

    ResponderEliminar
  2. Os sonhos, esses sim nos conduzem...

    amei...beijo *-*

    ResponderEliminar
  3. Que post mais lindo :)
    Faz-me pensar positivamente em relação ao meu sonho e ambições. E tenho a certeza que não sou só eu a ter este sentimento,mas todos os teus leitores!
    Espero que sinceramente nunca pares de escrever. Os teus textos são mesmo incríveis :)

    beijinho*

    p.s-obrigada pelo teu comentário no meu blogue,e fico contente que partilhes a mesma opinião do que eu. É bom ver pessoas de mente aberta :)

    ResponderEliminar
  4. oh, vai voltar a ter.. já me sinto melhor, obrigada:')
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Temos a redia da vida... mas a responsabilidade dela...

    :P

    ResponderEliminar
  6. (Vamos ver se não falha nada do que escrevi inicialmente, pois esta é a 2ª vez...)
    Finalmente estou de volta ao teu blog que tanto gosto!
    É impressionante que em qualquer dos teus post e independentemente da forma como me sinto, revejo-me e identifico-me sempre com algo. E desta vez foi: "dê-me sorrisos porque são esses que me fazem seguir em frente, é neles que penso sempre os dias se tornam mais escuros.".
    E é isso mesmo que tento transmitir aos outros e tento fazer comigo mesmo (embora não seja assim tão fácil quanto isso!).
    Mas se não acreditarmos nos nossos sonhos e em tudo aquilo que fazemos e tudo aquilo que nos dá prazer, a vida passa a não ter qualquer prazer, pois são tantas as preocupações, chetices e arreliações, que os bons momentos se não forem revividos de uma forma fantástica, parece que nem existiram e só existem "coisas menos boas"...
    (não, definitivamente não me consigo relembrar de tudo o que escrevi, com muita pena minha...)

    Agora fazendo apenas uns reparos...
    Obrigado por continuares assim de forma insistente a visitar o meu blog, mesmo não deixando novos comentários sobre os meus velhos post! (nem te pediria isso!). Para mim ver que foste a primeira pessoa a comentar já foi muito positivo e marcante! :)
    Quanto ao trabalho... sim, realmente dá muito prazer o sentimento de dever cumprido, mas ver que é literalmente impossível terminar todas as tarefas e esforçarmonos para que essa utupia seja alcansada e não receber incentivos (antes pelos contrário!), acaba por ser frustante e desmotivante; por isso passei a adotar técnicas de defesa e me conseguir salvaguardar...

    Agora deixa que te diga, que adorei a primeira fotografica que colocas-te, de tal forma que seria capaz de fazer uma tatuagem igual!

    Espero que de resto tudo esteja bem contigo e em alta!
    Um grande abraço!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário