Hoje digo-te que te sinto...

Não consigo ignorar este sentimento que trago dentro de mim, não consigo partir e deixar este amor que se tornou tão forte nos dias que correm, nestes minutos em que a vontade de te ter é bem superior ao que pode surgir, a este silêncio que me mata por dentro, que me faz sonhar. Vivo assim com aquilo que me faz feliz, com os sorrisos rasgados e com as conversas que parecem não ter fim, dou tudo de mim, dou a totalidade do meu mundo e não simples parte dele, pequenos fragmentos que não fazem qualquer sentido sempre que se fala de amor, sempre que se vive uma história. O sol entrou por esta sala, banhou-me o corpo e fez de mim aquilo que sempre ambicionei ser, fez e mim um corpo sentido, vivido, um coração que bate descompassadamente sempre que te toco, sempre que te sinto junto a mim, aninhada neste nosso mundo, neste refúgio das palavras vivas e dos gestos que vão para além do explicável, que se encontram em nós e apenas nós e jamais reside no que outros pensam, no que outros dizem, no que outros consideram saber. Somos nós e isso é especial, isso chama-se vida, vida que se torna repleta de cor sempre que nos perdemos e encontramos, sempre que entregamo-nos à saudade de uma palavra, ao sorrir de uma mensagem deitada ao vento. As histórias são mesmo assim, simples reflexos de quem as faz, simples resultados de uma luta constante, de um sonhar que vai muito além dos dias vividos e dos sentimentos demonstrados, as histórias de amor, alimentam-se de pessoas, de partilhas em que tudo damos em que queremos tanto receber. No amor vive-se daquilo que faz sentido à nossa vida, vive-se de recordações e até mesmo de cheiros que nos levam para os caminhos percorridos, para os momentos bem passados, no amor tudo faz sentido e neste momento esse sentido és tu...


Kiss me Goodnight ♥

The sweet smell of your skin ♥


Desabafo: Não sei como há pessoas que buscam o que é dos outros, que invejam o que elas alcançaram, como elas agem, como elas pensam ou até mesmo como se entregam à escrita como forma de vida. É triste se ver que as pessoas procuram o que é dos outros e invés de ficarem felizes por as vitórias, começam a traçar caminhos e as cruzar pessoas que de nada tinham a ver com a vida delas. Cada um vale por aquilo que tem, por aquilo que conquista e não é ao se andar atrás dos outros que eles vão reparar no nosso valor, o valor aparece com o tempo e não com a pressão que não nos leva a lado nenhum. É pena mas é verdade...

Comentários

  1. Creio que é você que a cada dia nos surpreende com seus textos. A beleza do amor que reside neles é encantadora. Acho que já disse isso, mas não custa repetir, estão belos.
    Beijo querido :*

    ResponderEliminar
  2. tão profundo, e tão lindo *.*
    gostei mesmo muito!

    ResponderEliminar
  3. Vamos por partes:
    1 - O post está PERFEITO como sempre... vc me toca de uma maneira sutil e profunda meu querido! Amo estar sempre aqui.
    2 - ADOREI a nova configuração do blog... sinto você em cada cor que vejo e nessa imagem de fundo linda!!!
    3 - Você está lindo na nova foto de perfil! Chama a atenção dos leitores, o que confere ainda mais carisma ao blog.
    No geral... PERFEITO em tudo! Abraços meu querido... obrigado por esse presente...

    ResponderEliminar
  4. Obrigada...
    E mais uma vez um texto lindo, dá gosto vir aqui e ler estas lindas palavras!:)

    ResponderEliminar
  5. obrigada pelas tuas palavras, André.
    mais um dos teus textos cheio de coisinhas lindas e profundas :)

    ResponderEliminar
  6. Oh, muito obrigada, é tão bom saber que alguém gosta do que e como escrevemos! E tens toda a razão, há pessoas que por mais esforço que façamos sabem sempre o que estamos realmente a sentir

    ResponderEliminar
  7. as palavras que desejava que lesses estão perdidas na minha mente, porque a forma como escreves e retratas cada sentimento e cada pensamento é unicamente perfeita e tem sempre um sentido, as palavras andam soltas porque ja as disse enumeras vezes e não gosto de repetir sempre o mesmo, gosto de escrever algo diferente, mas contigo é diferente pois escreves da mesma forma que sentimentos e as palavras escapam, ficam guardadas só no nosso ser porque o sentimento que deixas em cada palavra ou letra que escreves fica em nós e as palavras vão sobre voando dentro da nossa cabeça


    Um beijinho e gostei como é obvio:)

    ResponderEliminar
  8. ainda bem que gostaste :) fico contente por saber que gostam de ler o que escrevo :) beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Ei, estou amando ler vc, vc é intenso e delicado com as palavras, lindo!

    ResponderEliminar
  10. tentarei :))
    está lindo, mais uma vez. e o teu Desabafo está sincero e tem muito a ver com as pessoas de hoje em dia, infelizmente.
    Beijinho *

    ResponderEliminar
  11. Depois de ler este post, confesso que fiquei sem palavras. E mais uma vez os meus parabens*

    ResponderEliminar
  12. Que belo texto e que belo desabafo.
    Não tenho muito mais a acrescentar ao que te digo nos comentários anterior. Adoro, simplesmente a tua forma de escrever e o modo como falas no amor é indescritível. É fascinante, a maneira como encaixas cada palavra e a forma como cada frase nos toca no coração.

    Como compreendo esse teu desabafo, as infelizmente há muita gente que realmente só vive atrás da vida dos outros porque simplesmente não tem vida. É enervante e incompreensível mas ao mesmo tempo dá pena!

    P.S.: Acho que nunca agradeci os comentários que deixas, carinhosamente, no meu blog. Obrigada pelas visitas, por todas as palavras e pelos conselhos. :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  13. Concordo , ainda bem que gostas , peço sempre opiniões sinceras (:
    Obrigada e quando li este post fiquei sem palavras, está lindo e infelizmente há tantas pessoas assim , beijinho *

    ResponderEliminar
  14. gostei imenso, aliás, como sempre. Não sei como consegues escrever assim, mas seguir-te foi uma boa opção.
    gostei também do teu aparte. :)
    um beijinho André, obrigada por tudo :)

    ResponderEliminar
  15. ai que bom que seja logo o primeiro blog, ai que bom, mesmo!

    ResponderEliminar
  16. mais um...à tua medida.. não deixes de lutar por um amor verdadeiro. faz esse favor a ti próprio(:

    ResponderEliminar
  17. Oh obrigada pelas palavras , faço das tuas palavras as minhas é sempre bom passar por aqui , tens sempre textos que me deixam a pensar , beijinho *

    ResponderEliminar
  18. Indo por partes...
    1º Fiquei espantando com o nº de comentários que te deixaram neste post (deves estar mesmo orgulhoso!)
    2º Adoro ler e ver a forma como te sente e vês a tua relação e a forma como te sentes! E não me farto de escrever isto (embora venha a ser um bocado repetitivo...) mas os teus textos/post, fazem-me ganhar esperança e fazem-me olhar de forma diferente para o que a vida me pode trazer, pois parece que ambos temos um passado que em parte foi semelhante, e ver em ti um futuro que me pode trazer mais que a felicidade uma forma de vida que é coadunável com o meu estilo de vida e a forma como gosto de viver, faz-me querer acreditar que futuro feliz (embora com os seu dissabores!) existirá para cada um! Quase como se o destino estivesse traçado, e ele acontecerá...
    Mas estou para aqui a falar de mim, em vez de escrever sobre o que penso do post!
    Mas também o que poderei eu escrever mais, do que palavras repetidas, tal como "gostei", "adorei", "lindo", "muito bem escrito", etc.
    Todas essas palavras são verdadeiras e com a quantidade de comentários, acabam por cair na banalidade, embora para ti devem saber sempre muito bem receber elogios!

    3º O teu desabafo!!!
    Agora fui eu que me revi nas tuas palavras! Onde trabalho existe tanta "inveja do vizinho", que pessoas fizeram o curso comigo e que deveriam ter criados laços de "camaradagem" (por tudo o que foi desenrolado e passado durante o curso), acabam por serem bem piores do que pessoas com quem nunca tive qualquer relação!

    PS: Vou passar ao próximo post!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário